1 evento ao vivo

Ceará leva susto, mas faz 5 a 1 no Brusque e avança na Copa do Brasil

Alex Sandro, de pênalti, deu esperança ao time catarinense, mas Sóbis (duas vezes), Bergson, Airton (contra) e Tiago marcaram para equipe nordestina

24 set 2020
00h17
atualizado às 00h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ceará é mais um time confirmado nas oitavas de final da Copa do Brasil. O time do técnico Guto Ferreira voltou a vencer o Brusque e segue vivo na competição. Depois de vencer por 2 a 0 no jogo de ida, em Santa Catarina, o time cearense aplicou uma goleada por 5 a 1 no jogo de volta, com dois gols de Rafael Sóbis, um de Bergson, um gol contra de Airton e o último de Tiago. Alex Sandro, de pênalti, marcou o gol do time visitante, abrindo o placar.

O adversário do Ceará nas oitavas de final será conhecido após sorteio. Além dos cinco times classificados na quarta fase, entram na competição as oito equipes que disputam a Copa Libertadores, o Red Bull Bragantino (campeão da Série B), Cuiabá (campeão da Copa Verde) e o Fortaleza (campeão da Copa do Nordeste).

Precisando buscar o resultado, o Brusque partiu para cima no início e não demorou para abrir o placar. Aos 18 minutos, o goleiro Fernando Prass derrubou Maurício Garcez dentro da área e o árbitro alagoano Dênis Ribeiro Serafim marcou pênalti. Alex Sandro cobrou bem e colocou os catarinenses na frente.

No entanto, a resposta do Ceará veio ainda no primeiro tempo. Aos 44 minutos, Vinícius deu belo passe para Rafael Sóbis, que tocou na saída do goleiro para empatar.

Em noite inspirada, a dupla Vinícius e Rafael Sóbis voltou a funcionar aos 18 minutos da etapa final. Em mais uma rápida tabela entre os dois, Sóbis superou o goleiro Zé Carlos pela segunda vez e virou a partida.

Com a classificação praticamente garantida, o Ceará ainda transformou a vitória em goleada. Aos 29 minutos, Bergson, que entrou no lugar de Sóbis, soltou uma bomba para marcar o terceiro. Três minutos mais tarde, Léo Chú cruzou e Airton marcou gol contra. Deu tempo ainda, aos 44 minutos, de Tiago aproveitar outro vacilo da marcação e fechar o placar em 5 a 1.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade