PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Tite se esquiva de falar em poupar da Seleção atletas que atuam no país na próxima Data Fifa

Treinador diz que o objetivo inicial é 'garantir os objetivos' nas Eliminatórias e reforça que trata-se de uma questão institucional

6 out 2021 15h24
| atualizado às 15h56
ver comentários
Publicidade

O técnico Tite se esquivou de projetar como será a convocação de atletas que atuam no futebol nacional para a Seleção Brasileira na próxima Data Fifa, em novembro. A situação gerou possibilidade de esticar o calendário do Campeonato Brasileiro e mal-estar do Flamengo com a CBF. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (6), véspera do duelo com a Venezuela pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o comandante canarinho foi questionado sobre o assunto.

'Temos a responsabilidade de muitos aspectos, de organização, de resultado, de desempenho, de convocação', diz Tite (Reprodução / CBF)
'Temos a responsabilidade de muitos aspectos, de organização, de resultado, de desempenho, de convocação', diz Tite (Reprodução / CBF)
Foto: Lance!

- Tenho de ter o momento oportuno, a situação oportuna do jogo. Buscarmos e termos objetivos traçados - disse.

O assistente César Sampaio completou:

- Estamos encaminhando nossas forças para os próximos adversários. Tem sido nosso foco e nos trouxe para este momento importante da competição. Pensamos a médio e longo prazo, entendo que os clubes são prejudicados em momentos decisivos. Mas isso é uma área institucional e a gente tem sempre sido coerente, o Juninho (Paulista, coordenador da Seleção) tem particularizado conosco, tem sempre se adequar ao momento difícil para todos. Mas conseguir primeiro nosso objetivo e depois pensar em algo diferente - disse.

Em outro momento, Tite voltou a falar sobre o assunto.

- Temos a responsabilidade de muitos aspectos, de organização, de resultado, de desempenho, de convocação. Datas e outros aspectos não são nossos. A instituição tem que manifestar a respeito. Temos que cuidar do futebol, ter nossa ética e conduta. Temos conversado conosco e fazer nosso trabalho. Essas decisões têm de estar restritas à nossa atribuição - afirmou.

O goleiro Weverton, do Palmeiras, o lateral Guilherme Arana, do Atlético-MG, o volante Edenilson, do Internacional, o meia Gabigol e o atacante Everton Ribeiro, do Flamengo, são os convocados que atuam no futebol nacional.

O Brasil encara nesta quinta-feira (7) a Venezuela, às 20h30 (de Brasília).

Lance!
Publicidade
Publicidade