2 eventos ao vivo

Ramires vê 7 a 1 como combustível para Seleção Brasileira

2 set 2014
14h54
atualizado às 15h00
  • separator
  • comentários

A Seleção Brasileira tenta começar uma nova Era Dunga, mas ainda tem que conviver com o fantasma da Era Felipão. A marcante goleada por 7 a 1 contra a Alemanha tem sido assunto durante a preparação da equipe para os amistosos contra Colômbia e Equador. Nesta terça-feira, o volante Ramires admitiu o incômodo com isso, mas disse que o ideal é ver a goleada como uma motivação a mais.

Ramires foi um dos convocados da primeira lista de Dunga em seu retorno à Seleção
Ramires foi um dos convocados da primeira lista de Dunga em seu retorno à Seleção
Foto: Bruno Domingos/Mowa Press / Divulgação

Primeiramente Ramires mostrou a insatisfação por ver que torcida e jornalistas não deixam os jogadores esquecerem o vexame na Copa: "A goleada fica na cabeça. Nem dá para falar que você esquece, porque sempre vem alguém e fala. É passado, mas a gente não vai conseguir apagar", admitiu, resignado.

Mas depois Ramires deu a receita para a Seleção Brasileira reagir: "isso é combustível que a gente tem que ligar toda vez que estiver passando por dificuldade. Tem que pensar nisso, porque dá uma motivação a mais".

O volante também cobrou uma atitude forte dos jogadores para mudar a imagem da Seleção: "não tem que falar nada, tem que buscar fazer máximo nos treinamentos, fazer o que Dunga pedir dentro de campo e estar bem atento".

O primeiro jogo da nova Era Dunga na Seleção será contra a Colômbia, nesta sexta-feira, às 22 horas (de Brasília). Já o jogo contra o Equador será na terça, no mesmo horário.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade