0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Éverton, o Cebolinha: "Tenho o DNA do futebol brasileiro"

4 jul 2019
14h36
atualizado às 16h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos raros talentos que surgiram recentemente no País, o atacante Éverton, o Cebolinha, do Grêmio, sabe que sua característica ousada de partir em busca do gol, deixando para trás os adversários, com dribles rápidos e inteligentes, está em falta, principalmente na Seleção Brasileira - fonte de craques que encantaram o mundo com o futebol-arte. Durante entrevista no início da tarde desta quinta-feira, em Teresópolis, na região serrana do Rio, ele fez uma análise sobre o tema.

Éverton, o Cebolinha: "Tenho o DNA do futebol brasileiro"
Éverton, o Cebolinha: "Tenho o DNA do futebol brasileiro"
Foto: Sílvio Barsetti/Terra

"O futebol mundial se apegou muito ao futebol europeu, com estilo mais tático. Isso foge às características dos atletas brasileiros. Eu gosto de partir para cima, de ir para o drible quando a situação está no um contra um. Desde pequeno, sou assim. Tenho o DNA do futebol brasileiro", declarou, com firmeza, como quem tem convicção do que diz.

Ele enfatizou que ainda tem de evoluir "muito" tática e tecnicamente e que sabe a hora certa dos dribles. "Tenho responsabilidade", afirmou, explicando que não se sente à vontade para abusar das jogadas mais plásticas se não for em prol da equipe.

O atacante comentou que arriscou pouco no jogo com a Argentina, na terça (2), quando o Brasil venceu por 2 a 0 e se classificou para a decisão da Copa América, domingo, contra o Peru. Disse que os rivais exerceram forte marcação pelo seu setor, o que atrapalhou sua atuação. Acabou substituído no intervalo, por Willian.

"Nem sempre dá para se destacar com dribles. Contra a Argentina, a dificuldade era grande e passei, por isso, a atuar mais taticamente." Cebolinha agora espera a confirmação de seu nome como titular para a final da competição, no Maracanã. Como Willian se contundiu, a vaga do gremista é praticamente garantida.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade