PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Dunga foge de radicalismo e chama Seleção "trintona" em 2018

19 ago 2014 13h11
| atualizado às 15h48
ver comentários
Publicidade
<p>Jogador mais veterano da convocação de Dunga, Maicon terá 36 anos em 2018</p>
Jogador mais veterano da convocação de Dunga, Maicon terá 36 anos em 2018
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Como Dunga já havia anunciado antes da convocação desta terça-feira, a primeira de sua nova passagem pela Seleção Brasileira, a equipe nacional não passou por uma transformação radical em relação ao time que disputou a Copa do Mundo de 2014. Optando por mesclar atletas jovens e experientes, o treinador convocou 22 jogadores que, quando o próximo Mundial chegar em 2018, formarão uma equipe cuja média de idade será quase de 30 anos.

Para efeito de comparação, na Copa de 2010, em que Dunga também era o técnico, o Brasil tinha o time mais velho da competição – e a média de idade era de 29,2 anos, inferior à de 29,8 anos que os atletas convocados nesta terça terão quando o Mundial da Rússia começar, em 8 de junho de 2018. O mais velho da lista é o lateral direito Maicon, que terá 36 anos na próxima Copa.

Além de Maicon, outros 11 atletas terão 30 anos ou mais na próxima Copa: casos de Jefferson, David Luiz, Gil, Miranda, Filipe Luís, Luiz Gustavo, Ramires, Fernandinho, Elias, Hulk e Diego Tardelli. A presença de tantos "futuros veteranos" deixa claro que Dunga não montará sua Seleção pensando em 2018. Como o próprio técnico projetou, a transformação do time deve ser gradual, com jovens que forem se destacando sendo incorporados aos poucos, recebendo o suporte dos mais experientes.

Lista de Dunga não fecha portas para veteranos da Seleção:

A maior concentração de juventude da Seleção está nas posições ofensivas. Dos oito jogadores considerados meias ofensivos ou atacantes, seis deles estarão abaixo dos 30 anos no próximo Mundial: Oscar, Willian, Everton Ribeiro, Philippe Coutinho, Ricardo Goulart e Neymar. Sem nenhum centroavante de ofício convocado, a tendência é que Dunga monte um sistema de ataque baseado em velocidade e movimentação.

Os outros jovens da lista são o goleiro Rafael, o zagueiro Marquinhos e os laterais Danilo e Alex Sandro. Assim como fez em 2006, ao assumir a Seleção de Parreira após a Copa do Mundo, Dunga deve optar por moldar o time à sua maneira, sem mudanças profundas de imediato: para o ex-volante, evolução é melhor que revolução.

Confira as idades de cada convocado quando a Copa de 2018 começar

36 anos: Maicon
35 anos: Jefferson
33 anos: Miranda, Elias, Fernandinho e Diego Tardelli
32 anos: Filipe Luís
31 anos: David Luiz, Ramires e Hulk
30 anos: Gil e Luiz Gustavo
29 anos: Rafael Cabral, Everton Ribeiro e Willian
27 anos: Alex Sandro e Ricardo Goulart
26 anos: Danilo, Oscar e Neymar
25 anos: Philippe Coutinho
24 anos: Marquinhos

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade