PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Criança é barrada em jogo do Brasil por camisa de time: 'Meu filho entrou de cueca'

Torcedores relataram a indignação de não poderem entrar na Neo Química Arena com camisas de clubes

1 dez 2023 - 10h04
(atualizado às 12h00)
Compartilhar
Exibir comentários
Amistoso Brasil x Japão, realizado na Neo Química Arena, zona leste de São Paulo, na tarde de quinta-feira, 30
Amistoso Brasil x Japão, realizado na Neo Química Arena, zona leste de São Paulo, na tarde de quinta-feira, 30
Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium/Gazeta Press

Torcedores relataram na rede social X, antigo Twitter, a indignação de não poderem entrar na Neo Química Arena, em São Paulo, na quinta-feira, 30, para acompanhar o amistoso da Seleção Brasileira feminina contra o Japão, com camisas de clubes, algo considerado comum em partidas do Brasil.

Uma criança de três anos, que vestia a camisa do Corinthians, foi barrada por policiais e ficou só de cueca para entrar no estádio. "Eu fiquei de sutiã pra trocar de camiseta no meio da galera e ele [o filho dela] entrou de cueca e tênis porque simplesmente uma criança de 3 anos de idade não podia entrar com as camisas do nosso time do coração, com o uniforme do Timão que ele escolheu para ir ao jogo da Seleção feminina", contou a torcedora Beatriz Mancini.

"Ontem tinha tudo para ser somente um dia de alegria, mas foi o pior constrangimento que já passamos, uma situação revoltante e humilhante", completou.

Uma outra torcedora também relatou o impedimento: "Estão barrando quem está com a camisa do Corinthians ou qualquer outro time/nacional, que vergonha da CBF. Não tinha nada avisando no site ou coisa do tipo, é a primeira vez que eu vejo isso. Agora sou obrigada a vir pro estádio com camisa do Brasil", escreveu. 

Durante a transmissão da partida, comentaristas da Rede Globo também citaram que, além de torcedores sem camisa, algumas pessoas estavam entrando com camisetas e shorts virados do avesso por conta do impedimento. Segundo a emissora, a entrada com camisas de clubes foi liberada depois. 

Por meio de nota enviada ao Terra, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) disse que a decisão de proibir a entrada de torcedores com camisa de clubes não partiu da entidade. "Inclusive, a CBF defende a manifestação do torcedor com o uso da camisa de seu time", informou.

A reportagem também entrou em contato com a Polícia Militar e o Corinthians, dono do estádio, em relação ao ocorrido e aguarda retorno. Assim que obtiver resposta, a matéria será atualizada. 

Amistoso 

A Seleção Brasileira feminina iniciou sua série de três amistosos com uma sofrida e gigante vitória diante do forte time do Japão, por 4 a 3, de virada.

Substituta de Cristiane e pela primeira vez convocada para ser observada por Arthur Elias, a jovem Priscila, de apenas 19 anos, definiu o resultado com gol no último lance.

Depois de sair atrás do placar, a equipe nacional buscou a virada, abriu 3 a 1, com dois gols de Bia Zaneratto e um de Gabi Portilho, e vinha bem na partida, dando mostras que não teria problemas em segurar o resultado. Mas vacilos defensivos no final acabaram propiciando a igualdade.

A arbitragem deu sete minutos de acréscimos e, no último, Priscila recebeu e bateu no ângulo. Ficou deitada, no chão, sem conter a emoção. (*Com informações do Estadão Conteúdo)

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade