PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Belga

Meu time

Companheiro de PSG, Meunier 'se rende' a Neymar: "Não sei como pará-lo"

3 jul 2018 09h01
ver comentários
Publicidade

O confronto entre Brasil e Bélgica pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia colocará frente a frente alguns companheiros de time. Dentre os quais estão Neymar e Thomas Meunier, que dividem vestiário no Paris Saint-Germain e travarão um duelo interessante na próxima sexta-feira. O belga, que atua pelo lado direito da defesa de sua seleção, terá a missão de parar o camisa 10 brasileiro, que, por sua vez, atua pelo lado esquerdo do ataque verde e amarelo. Como o próprio defensor admite, porém, a tarefa não será menos difícil pelo fato de já se conhecerem.

"Não sei como pará-lo. Ele é muito imprevisível. O Neymar é provavelmente o melhor jogador com quem já joguei. Contra também (em tempos de Barcelona). De qualquer forma, vou fazer meu melhor. Sei que tenho minha chance, sei também que é muito complicado pará-los, não somente o Neymar. Coutinho, Firmino, Jesus, Marcelo… O time todo. Eles têm muitas qualidades. É complicado, vamos enfrentar o melhor time do mundo. Temos chance, mas será bastante complicado", apontou, em entrevista ao Globoesporte.com ao passar pela zona mista.

Falando a respeito de suas expectativas para o jogo, Meunier também ressaltou a importância da partida para a história do futebol belga. Segundo ele, trata-se da partida mais importante para todo o plantel dos Diabos Vermelhos, que é tratado como uma das gerações mais qualificadas da história do país.

"Espero um jogo difícil. Não somos os favoritos à Copa do Mundo. Para vencer o Brasil, você tem que estar 100%, 120% de sua capacidade mental e física. Já é uma final para nós. Sabemos que temos qualidade e coletividade para vencê-los, mas também sabemos que não será fácil", afirmou. "Maior desafio da minha carreira? (Risos) Não sei. Com a seleção, provavelmente é o jogo mais importante até agora, não só para mim, mas para todos no geral", completou.

Na próxima sexta-feira, portanto, a Bélgica de Meunier desafia o Brasil de Neymar por uma vaga nas semifinais da Copa do Mundo da Rússia. Na Arena Kazan, a bola rola a partir das 15h (no horário de Brasília). Quem perder dá adeus ao torneio, enquanto que quem vencer enfrenta o vencedor do confronto entre França e Uruguai para avançar à grande decisão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade