PUBLICIDADE

Em fim dramático, Flamengo vence segundo jogo e se aproxima do título do NBB

Tricolor Paulista reage no final, mas desperdiça oportunidades e agora vê o rubro-negro carioca ainda mais perto da taça

24 mai 2021 23h05
| atualizado às 23h08
ver comentários
Publicidade

Em mais um jogo extremamente disputado no Ginásio do Maracanãzinho, o Flamengo bateu o São Paulo por 82 a 81, nesta segunda-feira (24), e abriu 2 a 0 na série final do NBB, ficando cada vez mais próximo de conquistar o campeonato nacional.

E2MjWKCXoAMc2-l_Easy-Resize.com
E2MjWKCXoAMc2-l_Easy-Resize.com
Foto: FOTO: João Pires/LNB / Jumper Brasil

Pelo São Paulo, o incansável Georginho de Paula mais uma vez liderou a produção ofensiva da equipe comandada por Cláudio Mortari. Desta vez o principal pontuador da partida, o armador contribuiu com 25 pontos, mas desperdiçou um lance livre fundamental para o resultado do segundo confronto diante do Flamengo. Mais apagado, Lucas Mariano enfrentou dificuldades e viveu momentos distintos ao longo dos quarenta minutos. Sem tanto impacto, o pivô fechou o revés com 17 pontos. Já Corderro Bennett, 14 pontos, foi importante na reação são-paulina no último período, produzindo 12 de seus pontos no quarto final. O ala-armador fecha a lista de destaques do tricolor paulista, que não contou com um jogo coletivo tão eficiente quanto seu adversário.

Assim como no primeiro jogo, São Paulo e Flamengo iniciaram o duelo em ritmo intenso e digno de uma grande decisão de NBB. Novamente desligado na área pintada, o tricolor paulista foi superado pelo adversário nos rebotes, sobretudo ofensivos, mas compensou na ótima distribuição de bola e eficiência no perímetro. Peças importantes na rotação de ataque, Corderro Bennett e Renan Lenz finalizaram o período combinando para seis assistências, beneficiando Isaac, novidade no quinteto titular, que mostrou agressividade. Já a dupla Georginho e Lucas Mariano seguiu em alta produção na pontuação. Em jogo de poucos erros, os comandados de Gustavo de Conti tiveram um aproveitamento inferior, mas não permitiram avanço do time são-paulino, mantendo o jogo parelho e fechando a parcial do período atrás no marcador por somente dois pontos: 21 a 23.

Já no segundo quarto, a equipe de Cláudio Mortari deu brechas e o Flamengo, como de praxe, não hesitou em abrir uma vantagem de dois dígitos. Aproveitando-se de um raro descanso da dupla Georginho e Lucas Mariano, o rubro-negro aumentou o volume ofensivo e complicou a vida do tricolor paulista. Indo de encontro com as expectativas, a rotação flamenguista prevaleceu e seis jogadores pontuaram ao longo do período. Favorito ao prêmio de MVP das finais, o armador Yago chamou a responsabilidade mais uma vez e comandou a corrida carioca às vésperas do intervalo. O ótimo desempenho do Flamengo nos dois lados da quadra garantiu um triunfo de 31 a 16 nos dez minutos e uma vantagem de 12 pontos para o segundo tempo.

Georginho de Paula comandou a reação inicial do São Paulo, que voltou com outra postura após o intervalo. No entanto, o Flamengo de Marquinhos logo cortou a trama ofensiva do tricolor e retomou a frente no placar. Sem aproveitamento no perímetro, o tricolor paulista lutou, mas não conseguiu tirar a ampla vantagem rubro-negra. Com a parcial parelha e o jogo cada vez mais truncado, a equipe de Gustavinho foi inteligente e controlou com excelência a superioridade no placar, conseguindo manter a desvantagem são-paulina em 12 pontos ao fim do terceiro quarto.

Com 12 pontos a frente, o Flamengo estava prestes a encaminhar a vitória no Jogo 2 e, consequentemente, ficar ainda mais próximo do troféu de campeão do NBB 2020/21. Os cariocas, contudo, não contavam com a alta intensidade do São Paulo no quarto final. Diante de uma boa vantagem, o time rubro-negro ainda conseguiu manter o equilíbrio nos minutos iniciais do período, mas encarou um tricolor paulista aguerrido e novamente correndo atrás do resultado, como foi no primeiro confronto. Utilizando apenas o jogo clássico de bandejas, de dois em dois pontos, o clube do Morumbi, liderado por Georginho e Corderro Bennett, encostou no placar. A arbitragem foi peça chave no fim do duelo, apitando duas faltas anti-desportivas, uma para cada lado. A equipe paulista recebeu a oportunidade de conquistar uma vitória inédita sobre o Flamengo, porém Georginho, atual MVP da competição, desperdiçou um lance-livre crucial e, na sequência, Renan Lenz não aproveitou a posse, assim garantindo a vitória suada dos comandados de Gustavo de Conti, agora a somente uma vitória do tão sonhado título nacional.

Após triunfo por 82 a 81, Flamengo amplia sua vantagem na série melhor de cinco e agora precisa de somente mais uma vitória para confirmar o título do NBB. O próximo confronto acontece na quinta-feira (24), também no Maracanãzinho, às 18h30.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade