PUBLICIDADE

Trae Young sofre lesão no tornozelo e preocupa Hawks

Destaque da equipe de Atlanta nos playoffs teve entorse no tornozelo direito e voltou a jogar brevemente com dores na região

28 jun 2021 13h05
ver comentários
Publicidade

O Atlanta Hawks perdeu o terceiro jogo das finais do Leste e viu a vantagem de mando de quadra voltar para as mãos do Milwaukee Bucks, nesse domingo. No final das contas, porém, essa pode ser a menor das preocupações da equipe para a sequência da série. O astro Trae Young sofreu uma lesão no tornozelo direito durante a partida, jogou a reta final do duelo visivelmente limitado e virou uma "dor de cabeça" para o Hawks.

Trae Young, armador do Hawks
Trae Young, armador do Hawks
Foto: Todd Kirkland / AFP / Jumper Brasil

"Meu tornozelo está dolorido agora. Sinto um pouco de incômodo e há um inchaço ali. A sensação, da minha parte, é de frustração. Já fiz o tratamento inicial e vamos continuar com isso de manhã. Não tem muito mais que possamos fazer ou dizer no momento. Eu já estou em processo de recuperação e espero sentir-me melhor para o próximo jogo", relatou o jovem armador, em entrevista logo depois da derrota por 113 a 102.

A lesão de Young aconteceu em um infeliz acidente. Com 36 segundos para o término do terceiro período, o jogador do Hawks teve a bola roubada por Jrue Holiday e acabou, de forma acidental, pisando no pé de um dos árbitros. O atleta de 22 anos deixou a quadra e voltaria com oito minutos para o final da partida, mas teve pouco impacto no restante da noite. Ele confirmou que, no retorno, já não estava em condições físicas ideais.

"Minha velocidade estava realmente comprometida quando retornei à quadra. A rapidez na transição é grande parte do meu estilo de jogo e, ao voltar, senti que simplesmente não estava legal. Quando você está no lado esquerdo e tenta agredir, precisa da perna direita. E, no fim das contas, não consegui sentir a força necessária no pé", contou o líder da equipe de Atlanta, que chegou a ser visto mancando pontualmente.

Vindo de uma atuação decepcionante no segundo jogo da série, Young tinha uma ótima performance na partida desse domingo até a ocorrência da contusão. Àquela altura, ele acumulava 32 pontos, com 11 cestas em 19 arremessos de quadra tentados. Em quase oito minutos de ação no último período, porém, o jovem conseguiu marcar apenas três pontos e converteu uma de quatro tentativas.

"Quando Trae voltou para o banco de reservas, eu recebi a informação de que estava disponível. Mas, ao colocá-lo em quadra, não foi bem assim: já deu para ver que não estava conseguindo se movimentar direito. Ele sai no último minuto de partida e era notório que não teria como voltar. Até tentei alterná-lo na defesa e ataque, mas não havia condição", admitiu o técnico Nate McMillan, também em entrevista pós-jogo.

Obviamente, Young saiu de quadra decepcionado pela lesão. O pior de tudo, no entanto, é a sensação de que sua saída "custou" uma vitória que estava nas mãos do Hawks. "Eu estou frustrado, definitivamente. Tínhamos a liderança e estávamos jogando muito bem quando saí. Tudo estava do nosso lado. Foi um desses acidentes lamentáveis que simplesmente acontecem. Agora é seguir em frente", concluiu o armador.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade