0

Lenda da NBA, Ewing recebe alta hospitalar após ser internado com coronavírus

Atual treinador da equipe de basquete da Universidade de Georgetown vai continuar tratamento em casa

25 mai 2020
20h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ex-jogador da NBA Patrick Ewing, atual treinador da equipe de basquete da Universidade de Georgetown, recebeu alta hospitalar e agora vai se recuperar da covid-19 em sua residência, revelou o seu filho nesta segunda-feira.

Membro do Hall da Fama do Basquete, Ewing, de 57 anos, brilhou pelo New York Knicks na NBA. Ele havia anunciado na última sexta-feira que tinha sido diagnosticado com o coronavírus, tendo sido internado em um hospital.

Três dias depois, Patrick Ewing Jr. publicou no Twitter que a saúde de seu pai melhorou após ele receber tratamento e agradeceu aos médicos e enfermeiros que cuidaram dele durante o período em que ficou hospitalizado. Ele também agradeceu o apoio recebido pelo seu pai desde o surgimento da notícia.

"Meu pai já está em casa e continua melhorando. Seguiremos monitorando seus sintomas e nos apegando às diretrizes do CDC (Centros Controle e Prevenção de Doenças). Espero que todos sigam se cuidando e protegendo a si e a seus entes queridos", escreveu.

Como jogador, Ewing ajudou Georgetown a vencer o campeonato da universitário da NCAA em 1984 e chegou a duas outras finais. Ele foi a primeira escolha no Draft de 1985 da NBA pelos Knicks. O ex-jogador levou o time à final em 1994, tendo perdido para o Houston Rockets de Hakeem Olajuwon. E disputou 17 temporadas na liga, sendo 15 pelo time de Nova York. Pela seleção dos Estados Unidos, foi medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de 1984 e 1992. Desde abril de 2017, dirige a equipe masculina da Universidade de Georgetown, em Washington.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade