PUBLICIDADE

Hughes bate Evans e garante primeira pole na Fórmula E no eP de Diriyah 2

Em sua terceira etapa na Fórmula E, Jake Hughes superou o experiente Mitch Evans na classificação de Diriyah para garantir sua primeira pole-position na categoria

28 jan 2023 - 11h58
Compartilhar
Exibir comentários
Hughes ignorou a experiência de Evans e garantiu a pole do eP de Diriyah 2
Hughes ignorou a experiência de Evans e garantiu a pole do eP de Diriyah 2
Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

Um dia depois da vitória de Pascal Wehrlein na Arábia Saudita, a Fórmula E deu prosseguimento à sua primeira rodada dupla da temporada 2022/2023 com a classificação para o eP de Diriyah 2, nos arredores da capital Riad. E Jake Hughes levou a melhor na grande final, batendo Mitch Evans com o tempo de 1min08s693, o suficiente para conquistar a primeira pole de sua carreira na categoria. Derrotado na semifinal, René Rast larga em terceiro.

A classificação, ao contrário do dia anterior, não contou com grandes incidentes ou interrupções. Os destaques do dia, sem dúvidas, ficaram por conta da força da McLaren: a equipe britânica, em sua terceira corrida na Fórmula E, colocou os dois carros entre os três primeiros e garantiu sua primeira pole na categoria.

Relacionadas

Alonso destaca energia e motivação da Aston Martin: "Atmosfera muito especial"
Comissão de Ética vê plágio "inequívoco e recorrente" ao GRANDE PRÊMIO e pune jornalistas do Estadão
Do choro de Hamilton ao 'migué' de Wolff. Isso muda na F1 2023? | WGP

Além disso, dois postulantes ao título do ano passado enfim apareceram: Stoffel Vandoorne, atual campeão, se classificou para os mata-matas pela primeira vez em 2023, mesmo feito alcançado por Edoardo Mortara — que enfim, fez a Maserati estrear nos duelos eliminatórios.

Entre os dois brasileiros, Sérgio Sette Câmara e Lucas Di Grassi não fizeram uma classificação feliz em Diriyah. O piloto da NIO acabou eliminado na sétima posição do Grupo A, logo atrás do companheiro Dan Ticktum, enquanto o campeão de 2016/2017 teve uma jornada ainda mais complicada: ficou na décima posição do Grupo B, à frente apenas da Abt Cupra de Nico Müller.

A segunda corrida do fim de semana da Fórmula E no circuito árabe está programada para acontecer às 14h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da Band e cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Diriyah recebe segunda e terceira etapas da Fórmula E 2022/2023
Diriyah recebe segunda e terceira etapas da Fórmula E 2022/2023
Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

Confira como foi a classificação em Diriyah:

Grupo A

Nick Cassidy abriu os trabalhos no Grupo A subindo diretamente para a liderança, com o tempo de 1min21s011, mas rapidamente foi superado pelos outros pilotos à medida em que cada um ia registrando suas voltas rápidas. Com cinco minutos de sessão, quando todos os competidores já tinham voltas marcadas, o líder passou a ser Jake Hughes, que marcou 1min10s029.

Cassidy conseguiu baixar bastante o tempo e encostou no britânico, com 1min10s231, enquanto Jake Dennis e Sébastien Buemi fechavam a zona de classificação. Com pouco menos de seis minutos para o fim, Stoffel Vandoorne marcou 1min10s100 e subiu para o segundo lugar, tirando o suíço da Envision dos quatro primeiros.

Todos os pilotos recolheram para os boxes com cinco minutos restantes de sessão, e a ordem dos classificados tinha Hughes, Vandoorne, Cassidy e Dennis. Buemi, Sérgio Sette Câmara, António Félix da Costa, Dan Ticktum, Sam Bird, Norman Nato e Kelvin van der Linde ocupavam as outras posições.

Na última janela de tentativas, Ticktum abriu os trabalhos com 1min09s698, tempo que o levou à primeira posição. Nato entrou na zona de classificação pela primeira vez com 1min10s215, e os dois resultados imediatamente tiraram Dennis e Cassidy da zona de classificados.

Da Costa fez 1min09s832 e passou a ser o segundo colocado com um minuto para o fim, tirando o próprio Nato do top-4 e deixando Vandoorne no limite. O atual campeão perdeu a vaga nos últimos instantes, quando Cassidy baixou o tempo de novo, anotou 1min09s761 e tomou o segundo lugar.

No último suspiro da atividade, Sam Bird apareceu para cravar o melhor tempo da sessão até ali, com 1min09s628. No entanto, outros pilotos foram completando suas voltas e deixaram o inglês da Jaguar para trás: Hughes assumiu o primeiro lugar com 1min09s361, Buemi tomou a segunda posição, Vandoorne assumiu em terceiro e Dennis fechou em quarto.

Bird, Ticktum, Sette Câmara, Cassidy, Da Costa, Nato e van der Linde acabaram eliminados no Grupo A.

Semifinalista no dia anterior, Sam Bird caiu na fase de grupos neste sábado
Semifinalista no dia anterior, Sam Bird caiu na fase de grupos neste sábado
Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

Grupo B

O Grupo B começou com o vencedor da véspera, Pascal Wehrlein, pulando para a liderança com 1min13s298. Os tempos começaram a baixar rapidamente, e André Lotterer marcou 1min13s132 para ultrapassar o alemão da Porsche. Lucas Di Grassi, com 1min14s920, ocupava a terceira posição, seguido por Maximilian Günther.

Wehrlein melhorou seu tempo em seguida, com 1min10s106, o suficiente para tomar a ponta de Lotterer. Sacha Fenestraz se colocou logo atrás de Pascal, com 1min10s230, logo antes de René Rast tomar a ponta com 1min09s713. Jean-Èric Vergne aproveitou e marcou 1min09s794, subindo diretamente para o segundo lugar.

Com sete minutos restantes na atividade, a Jaguar apareceu pela primeira vez: Mitch Evans anotou 1min09s557 e pulou para o topo da tabela de tempos, seguido por Wehrlein, Rast e Vergne. Neste momento, Günther, Lotterer, Oliver Rowland, Edoardo Mortara, Fenestraz, Di Grassi e Nico Müller iam sendo eliminados.

Os pilotos saíram para suas últimas tentativas na reta final da sessão, e Fenestraz foi o primeiro a entrar no grupo dos classificados — Vergne caiu para a quinta posição. Di Grassi não conseguiu melhorar o suficiente para entrar no top-4, mas Rast baixou o tempo para 1min09s435 e subiu para o primeiro posto novamente.

No final do treino, Mortara entrou na zona de classificação pela primeira vez e garantiu uma presença inesperada da Maserati nas quartas de final — já que a equipe não tinha conseguido se classificar até o momento em 2023 —, e Evans tomou a ponta da tabela com 1min09s401.

No fim, se classificaram Evans, Rast, Wehrlein e Mortara, enquanto Günther, Fenestraz, Rowland, Vergne, Lotterer, Di Grassi e Müller foram eliminados. Foi a primeira vez na temporada que o brasileiro não conseguiu passar para o mata-mata.

Pela primeira vez na temporada, Di Grassi caiu na fase de grupos da classificação
Pela primeira vez na temporada, Di Grassi caiu na fase de grupos da classificação
Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

Quartas de final

Stoffel Vandoorne x Sébastien Buemi

O primeiro duelo de sábado começou com Vandoorne cruzando a linha de chegada primeiro, com 1min09s282. No entanto, Buemi anotou 1min08s925 e acabou com as esperanças do campeão de chegar às semifinais.

Jake Dennis x Jake Hughes

Em mais um duelo entre Jakes na Fórmula E, melhor para o mais jovem: Dennis cruzou a linha de chegada com 1min09s198, mas Hughes marcou 1min08s748 — em uma grande volta — e garantiu sua passagem às semifinais.

Pascal Wehrlein x René Rast

No terceiro mata-mata do dia, o vencedor da corrida 1 não conseguiu sorrir no fim. Wehrlein marcou 1min09s028, mas Rast fez 1min08s855 e venceu um duelo pela primeira vez na temporada.

Edoardo Mortara x Mitch Evans

Fechando as quartas de final, Mortara estreou a Maserati no mata-mata com o tempo de 1min09s279, insuficiente para eliminar a Jaguar de Evans, que marcou 1min08s909.

Vandoorne foi ao mata-mata pela primeira vez em 2023, mas caiu logo nas quartas de final
Vandoorne foi ao mata-mata pela primeira vez em 2023, mas caiu logo nas quartas de final
Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

Semifinais

Sébastien Buemi x Jake Hughes

No duelo que abriu as semifinais, uma reedição da final do dia anterior. E se Buemi garantiu a pole na disputa de sexta-feira contra o britânico, a história se inverteu neste sábado: o piloto da Envision anotou 1min08s926, insuficiente para eliminar o piloto da McLaren, que conseguiu marcar 1min08s680.

René Rast x Mitch Evans

Na definição do último finalista do fim de semana, Evans cruzou a linha de chegada com 1min08s690 e despachou Rast — que não passou de 1min08s922 —, evitando uma final composta exclusivamente por carros da McLaren.

Rast teve a chance de garantir uma final apenas com carros da McLaren, mas foi eliminado por Evans
Rast teve a chance de garantir uma final apenas com carros da McLaren, mas foi eliminado por Evans
Foto: NEOM McLaren / Grande Prêmio

Final

Jake Hughes x Mitch Evans

Na batalha para definir o primeiro colocado do grid, a juventude levou a melhor: com o tempo de 1min08s693, Hughes superou Evans — que não passou de 1min08s797 — e garantiu sua primeira pole na Fórmula E.

Fórmula E 2022/2023, eP de Diriyah 2, Grid de Largada:

1 J HUGHES McLaren 1:08.693  
2 M EVANS Jaguar 1:08.797 +0.104
3 R RAST McLaren 1:08.922 +0.229
4 S BUEMI Envision 1:08.926 +0.233
5 P WEHRLEIN Porsche 1:09.028 +0.335
6 J DENNIS Andretti 1:09.198 +0.505
7 E MORTARA Maserati 1:09.279 +0.586
8 S VANDOORNE DS Penske 1:09.282 +0.589
9 S BIRD Jaguar 1:09.628 +0.935
10 M GÜNTHER Maserati 1:09.643 +0.950
11 D TICKTUM NIO 1:09.698 +1.005
12 S FENESTRAZ Nissan 1:09.670 +0.977
13 S. SETTE CÂMARA NIO 1:09.735 +1.042
14 O ROWLAND Mahindra 1:09.690 +0.997
15 N CASSIDY Envision 1:09.761 +1.068
16 J.E VERGNE DS Penske 1:09.794 +1.101
17 A.F DA COSTA Porsche 1:09.832 +1.139
18 A LOTTERER Andretti 1:09.430 +0.737
19 N NATO Nissan 1:10.107 +1.414
20 L DI GRASSI Mahindra 1:09.975 +1.282
21 K VAN DER LINDE Abt Cupra 1:10.221 +1.528
22 N MÜLLER Abt Cupra 1:10.072 +1.379
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade