3 eventos ao vivo

Wolff lamenta ausência de Wehrlein no grid em 2018: "Merecia seguir"

12 dez 2017
17h21
  • separator
  • 0
  • comentários

O alemão Pascal Wehrlein deve ficar fora do grid da Fórmula 1 em 2018, já que perdeu seu lugar na Sauber para Charles Leclerc. Além disso, resta apenas uma vaga, na Williams, e a tendência é de que o russo Sergey Sirotkin seja o escolhido.

Porém, o corredor da academia da Mercedes tem o apoio de Toto Wolff, chefe da escuderia alemã, atual tetracampeã do Mundial de Construtores. O dirigente foi só elogios ao piloto.

"Wehrlein está em uma situação difícil para seguir na Fórmula 1 em 2018, restando apenas um lugar na Williams. Ele merecia seguir na categoria, é um piloto muito bom", afirmou, em entrevista ao Motorsport.

Em 2017, pela Sauber, o alemão somou cinco pontos ao longo da temporada, tendo o oitavo lugar na Espanha como melhor resultado. A sua equipe era uma das mais fracas do grid, e só Wehrlein conseguiu pontos pela escuderia.

"Nas pistas, ele foi excepcional. Por outras razões que vão muito além do desempenho técnico, as portas não se abriram para Pascal. Mas ele tem potencial para ter muito sucesso na F1", finalizou Wolff.

A temporada 2018 da principal categoria do automobilismo mundial tem início em 25 de março, na Austrália. Ao longo do ano, serão 21 corridas, com o fim acontecendo em Abu Dhabi, no dia 25 de novembro. O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, defenderá o título.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade