PUBLICIDADE

Tudo novo de novo: o que a Fórmula 1 reserva com a revolução nas regras em 2022

Victor Martins, Fernando Silva e Pedro Luís Cuenca cometam sobre a expectativa diante da ampla revolução nas regras da Fórmula 1 para a temporada 2022

15 jan 2022 18h50
ver comentários
Publicidade
O que esperar da Fórmula 1 diante das novas regras em 2022?
O que esperar da Fórmula 1 diante das novas regras em 2022?
Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio / Grande Prêmio

A revolução da Fórmula 1 já chegou. 2022 é o ano que representa a introdução da esperada nova geração de carros e também dos pneus de 18" produzidos pela Pirelli. Na teoria, se espera uma categoria muito mais parelha, com mais chances de vitória e de pódio para todos e também um maior espetáculo com oportunidades maiores de ultrapassagens em razão da menor turbulência gerada pelos carros.

Nos últimos anos, sobretudo desde o início da era híbrida em diante, a Mercedes dominou a Fórmula 1, com raras exceções. Entre 2017 e 2018, a Ferrari conseguiu desafiar o poderio da equipe alemã durante parte dos respectivos campeonatos, enquanto no ano passado a Red Bull foi uma adversária feroz e, embora não tivesse conquistado o título do Mundial de Construtores, levou a taça do Mundial de Pilotos com Max Verstappen.

Para 2022, há no meio da Fórmula 1 como um todo, principalmente entre as equipes que não conseguiram muito sucesso nos últimos anos, uma ampla mudança na ordem de forças para brigar por vitórias e títulos.

Mas o que esperar, na prática, desta Fórmula 1 toda nova que vem por aí? Fernando Silva e Pedro Luís Cuenca comentam em vídeo apresentado por Victor Martins. Assista já no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube, dê seu like e comente.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade