PUBLICIDADE

Red Bull admite "dominância" na F1 2022 e cutuca Ferrari: "Está no limite"

Consultor-esportivo da Red Bull, Helmut Marko argumentou que número de vitórias da equipe em 2022 confirma "dominância" na Fórmula 1 e deixou uma leve cutucada na rival Ferrari

25 jun 2022 - 04h00
Ver comentários
Publicidade
Duelo entre Red Bull e Ferrari é travado também fora das pistas
Duelo entre Red Bull e Ferrari é travado também fora das pistas
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

O QUE ACONTECE COM A HAAS DEPOIS DE COMEÇO ANIMADOR NA FÓRMULA 1 2022?

A Red Bull emendou a sexta vitória consecutiva na temporada 2022 da Fórmula 1 durante o último final de semana, quando Max Verstappen segurou a pressão de Carlos Sainz e venceu o GP do Canadá. Foi o sétimo triunfo da equipe até aqui no ano — em nove etapas disputadas. Na liderança do Mundial de Pilotos e de Construtores, o consultor-esportivo Helmut Marko explica o segredo: não quebrar mais.

"A principal coisa é que você precisa completar [as corridas] e evitar esses problemas de confiabilidade", disse Marko em entrevista ao site Autosport. "Nós também tivemos a corrida sprint, que nos ajudou a somar mais pontos. Temos uma sequência inacreditável agora", gabou-se o austríaco.

"Normalmente, na primeira metade da temporada, estávamos buscando [a liderança]. Hoje, estamos dominando", prosseguiu. "Você precisa admitir que se você vence sete corridas nas primeiras nove, isso é dominância", salientou Marko.

Helmut Marko gerencia a Academia de Pilotos da Red Bull por mais de duas décadas (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Como não poderia deixar de ser, Marko aproveitou para dar uma cutucada na rival Ferrari, que sofreu com problemas em algumas das corridas recentes — como Barcelona e Azerbaijão [esta com os dois carros], por exemplo. Segundo o austríaco, andar com o monoposto "no limite" pode levar a abandonos e o consequente prejuízo no campeonato.

"A confiabilidade é sempre uma preocupação se você tiver um carro que está muito no limite", destacou Marko. "Você vê isso na Ferrari. A única que ainda não teve um abandono técnico foi a Mercedes, mas tiveram que levantar [o carro] em algumas corridas por causa de problemas com superaquecimento", completou.

A próxima etapa da temporada 2022 marca o retorno da Fórmula 1 à Europa: o GP da Inglaterra, tradicional etapa disputada em Silverstone, está marcada para acontecer entre os dias 1º e 3 de julho.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade