PUBLICIDADE

F-1: quem é a ex-Spice Girls mulher de chefão da Red Bull, Christian Horner

Casamento de Geri Halliwell com homem forte da escuderia vive crise após vazamento de supostas mensagens dele com uma funcionária; escuderia o absolveu em investigação interna

1 mar 2024 - 12h47
(atualizado às 14h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Christian Horner e a ex-Spice Girl Geri Halliwell
Christian Horner e a ex-Spice Girl Geri Halliwell
Foto: Getty Images

O Grande Prêmio do Bahrein dá a largada na Fórmula 1 em 2024 neste sábado. As atenções estão voltadas para a Red Bull, mas não apenas pela superioridade da equipe ou por Max Verstappen, que vem de um tricampeonato. O chefe da equipe, Christian Horner, tem parte dos holofotes em meio a crise no casamento com Geri Halliwell

Geri Halliwell-Horner tem 51 anos e é cantora. Ela é reconhecida por ter feito parte do grupo Spice Girls, fenômeno da música pop britânica nos anos 1990 e 2000. Recentemente, ela viu o marido envolvido em uma investigação por supostas mensagens de cunho sexual a uma funcionária da Red Bull. Uma investigação interna na empresa o absolveu. Segundo o tabloide inglês The Sun, Geri ficou "aliviada" com o desfecho da apuração sobre o marido, mas sentiu-se "humilhada" pela divulgação de conversas que teriam motivado a denúncia.

Além da participação no grupo Spice Girls, Geri também tem carreira solo. Em 2001, ela hitou com a regravação de "Its Raining Men", grande sucesso das Weather Girls, de 1982. O single foi o quarto consecutivo gravado pela artista a ser o mais vendido no Reino Unido, com 155 mil cópias adquiridas pelos fãs só na primeira semana e mais 80 mil na segunda. Foi o maior sucesso da cantora. Ao todo, o single vendeu cerca de 471,6 mil cópias no Reino Unido e em torno de 5 milhões mundialmente.

Entre as décadas de 2000 e 2010, Geri também se lançou nos mercados literário e de moda. A artista fez participações na TV, como no programa de caça-talentos The X Factor, além de manter produções solo na indústria musical. Enquanto Horner leva a Red Bull em três títulos seguidos na F-1, sua mulher faz fama na carreira musical e em outras iniciativas.

Horner, que tem 50 anos, e a mulher são casados desde 2015. A relação vive a crise devido às supostas mensagens vazadas. Segundo o jornal holandês De Telegraaf, representantes do dirigente teriam oferecido um acordo no valor de 650 mil libras, equivalente a R$ 4 milhões, para que o conteúdo não fosse divulgado na mídia.

Nesta quinta-feira, dia 29, a Red Bull finalizou a investigação interna, que havia sido iniciada ainda antes de se ter conhecimento público sobre o motivo. Conforme informação da equipe da Fórmula 1, a "queixa" foi rejeitada. Desta forma, Horner continua no comando do time às vésperas da abertura da temporada 2024 do campeonato.

"A investigação independente sobre as alegações feitas contra o Sr. Horner está completa e a Red Bull pode confirmar que a queixa foi rejeitada. O reclamante tem o direito de recorrer", anunciou a Red Bull, sem se prolongar sobre o caso nem dar detalhes do motivo da denúncia. Nas palavras da escuderia, a investigação era apenas por "comportamento inadequado".

O vazamento de centenas de mensagens de WhatsApp aconteceu depois do anúncio da Red Bull. O jornal Daily Mail, da Inglaterra, cita um fonte próxima ao casal para afirmar que Horner prometeu "não existir nada no caso". O "caso Horner" ficou conhecido no início de fevereiro, o que levou a organização do Mundial de F-1 e vários nomes do esporte a pedir uma pronta resolução. Foi sob o comando de Horner que o alemão Sebastian Vettel se tornou tetracampeão mundial. E também, sob a sua liderança, o holandês Max Verstappen faturou seus três títulos mundiais de F-1.

O astro do futebol inglês David Beckham também tem relação com uma ex-Spice Girl. Desde 1999, o ex-jogador é casado com Victoria Beckham, que hoje é estilista e empresária. Os dois têm quatro filhos. Victoria já participou de cinco documentários oficiais e reality shows sobre sua vida. O que viralizou mais recentemente, contudo, foi a produção da Netflix "Beckham", lançada no final de 2023 e que mostrou a carreira do jogador e a vida íntima do casal.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade