PUBLICIDADE

Castroneves reclama de falta de visibilidade após 14º em Indianápolis: "Muita água"

O brasileiro Helio Castroneves chegou a andar entre os dez primeiros no GP de Indianápolis 1, mas acabou perdendo posições no final da prova quando a chuva voltou a cair com força

16 mai 2022 13h35
ver comentários
Publicidade
Helio Castroneves perdeu posições na reta final do GP de Indianápolis
Helio Castroneves perdeu posições na reta final do GP de Indianápolis
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

McLAREN OU ANDRETTI? É HORA DE ALEXANDER ROSSI ANALISAR FUTURO PELA INDY

O GP de Indianápolis 1 ficou marcado pela variação das condições climáticas, o que resultou em uma enorme confusão nas estratégias e erros dos pilotos na pista. O brasileiro Helio Castroneves largou na 19ª colocação e vinha fazendo uma boa prova de recuperação. O piloto da Meyer Shank parecia estar nos trilhos para conquistar seu segundo top-10 na temporada, mas tudo mudou quando a chuva voltou a cair com força.

Evitando contatos na pista, Helinho caiu para a 14ª colocação, enquanto seu companheiro de equipe, o francês Simon Pagenaud escalou o pelotão e terminou em segundo, melhor resultado da Meyer Shank em 2022. Castroneves culpou a falta de visibilidade pelo desempenho ruim na parte final da prova.

"Que dia maluco foi hoje. O carro #06 começou no final do grid, mas conseguimos evitar problemas por toda a corrida. Quando a chuva caiu, estávamos entre os oito primeiros, o que era incrível. Tínhamos um bom ritmo, evitamos as confusões na pista, mas a chuva caiu muito forte e, particularmente, não estava conseguindo enxergar nada, porque o vento dentro do carro estava jogando muita água", explicou Helio após o GP de Indianápolis.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Helio Castroneves foi apenas o 14º em Indianápolis (Foto: IndyCar)

"Então, todas às vezes que tivemos uma relargada, estava muito preocupado de talvez bater em alguém ou ser atingido por outro carro. No final das contas, foi um bom dia para a equipe, com o carro #60 terminando em segundo. Parabéns ao Simon [Pagenaud], estou super feliz por ele!", afirmou o brasileiro.

Castroneves vai agora em busca de um penta inédito na história das 500 Milhas de Indianápolis. O atual campeão da prova ganhou recentemente uma homenagem no Indianapolis Motor Speedway, com uma rua com seu nome.

"Agora é seguir em frente para a grande prova, que é a Indy 500, que será uma ótima corrida", concluiu Helinho. A 106ª edição das 500 Milhas de Indianápolis está marcada para o dia 29 de maio, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade