PUBLICIDADE

F-1: Verstappen deixa Russell e Norris para trás e vence GP do Canadá

George Russell, que fez a pole por ter conseguido o melhor tempo antes do adversário, perde posições, mas conquista primeiro pódio no ano

9 jun 2024 - 17h09
(atualizado em 10/6/2024 às 10h36)
Compartilhar
Exibir comentários

Max Verstappen venceu mais uma na Fórmula 1. O piloto da Red Bull largou em segundo depois de fazer o tempo igual a George Rusell, que ficou com a pole por alcançar a marca antes. Na corrida, o holandês deixou o britânico para trás e conquistou a sexta vitória no ano. Lando Norris também deixou o piloto da Mercedes para trás e ficou com o segundo lugar com a McLaren. Em terceiro, Russell conquistou o primeiro pódio na temporada, no GP do Canadá, em Montreal.

Já Ferrari e Williams vão querer esquecer da prova. As duas saíram zeradas de Montreal. Leclerc viu Verstappen ganhar ainda mais vantagem no campeonato. Sainz abandonou a prova, assim como a dupla da equipe inglesa, Alexander Albon e Logan Sargeant.

Max Verstappen foi com tranquilidade para sua 60ª vitória, deixando o tricampeão ainda mais líder do campeonato, com 194 pontos. Ele é seguido de longe pelo ferrarista Charles Leclerc, que tem 138. Lando Norris é o terceiro, com 131. Carlos Sainz Jr, quarto, com 108, e Sergio Perez, quinto, com 107.

A chuva caía forte quando as luzes de largada passaram do vermelho para o verde e George Russell (Mercedes) largou bem e manteve a ponta na pista escorregadia A previsão da organização era de que choveria durante todo o período da prova.

Em perseguição a Russell, Verstappen aparecia no retrovisor do inglês. Os dois fechavam as voltas com tempos praticamente iguais. Russell foi alertado por sua equipe que uma nova chuva estaria a caminho "em 20 minutos" e o inglês perguntou se seus pneus aguentariam, ao que foi respondido: "Evite desgastá-los".

Enquanto isso, Lando Norris se aproximava da dupla e fazia a melhor volta da prova. Verstappen errou em uma curva, afastou-se de Russell e viu Norris vindo com força. Norris passou Verstappen na 20ª volta e foi para cima de Russell - ultrapassando-o logo depois. Depois de uma manobra errada, Russell facilitou também a ultrapassagem do holandês.

O americano Logan Sargeant bateu no setor 1 e a bandeira amarela foi acionada, ativando o Safety Car na volta 25. Os pilotos aproveitaram para trocar seus pneus por novos intermediários. "Muitos erros decepcionantes", disse Sargeant nos boxes.

Lando Norris errou e Russell passou o inglês, subindo para segundo, que logo depois entrou nos boxes e voltou atrás de Verstappen - que comentou à equipe que a suspensão estava travada.

Na volta 51, Russell errou e Norris aproveitou para voltar à primeira posição. Já na volta 55, com o Safety Car na pista puxando a fila dos pilotos, todas as vantagens foram eliminadas. Sem o Safety Car, foi feita uma nova largada, Verstappen largou bem e continuou em primeiro. Norris reagiu mal e perdeu tempo em relação ao líder.

Na volta 64, Russell forçou uma ultrapassagem em Piastri. Os carros se tocaram e Russell acabou perdendo o quarto lugar para Hamilton, que não demorou a ultrapassar Piastri na volta 65. O final da corrida ficou entre a briga de Hamilton e Russell por uma posição no pódio. Russell ultrapassou Hamilton na penúltima volta e garantiu seu lugar no pódio após sair com a pole position.

Confira a classificação final do GP do Canadá

  1. Max Verstappen (RBR), em 1h45m47s927
  2. Lando Norris (McLaren), a 3s879
  3. George Russell (Mercedes), a 4s317
  4. Lewis Hamilton (Mercedes), a 4s915
  5. Oscar Piastri (McLaren), a 10s199
  6. Fernando Alonso (Aston Martin),a 17s510
  7. Lance Stroll (Aston Martin), a 23s625
  8. Daniel Ricciardo (RB), a 28s672
  9. Pierre Gasly (Alpine), a 30s021
  10. Esteban Ocon (Alpine), a 30s313
  11. Nico Hulkenberg (Haas), a 30s824
  12. Kevin Magnussen (Haas), a 31s253
  13. Valtteri Bottas (Sauber), a 40s487
  14. Yuki Tsunoda (RB), a 52s694
  15. Guanyu Zhou (RB), a uma volta.

Não completaram a prova:

  • Carlos Sainz (Ferrari)
  • Alexander Albon (Williams)
  • Sergio Pérez (RBR)
  • Charles Leclerc (Ferrari)
  • Logan Sargeant (Williams)
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade