PUBLICIDADE

Australiano que reclamou de aranha só veio à Copa por lesão

9 jun 2014 09h17
| atualizado em 19/6/2014 às 11h31
ver comentários
Publicidade

Ben Halloran nunca ouviu seu nome ser tão falado como nos últimos dias. Jovem de apenas 21 anos, o atacante atua pelo modesto Fortuna Dusseldorf, da Alemanha, e foi surpreendentemente convocado para defender a seleção australiana na Copa do Mundo. O motivo da “fama” repentina, entretanto, não foi este: no último domingo, ele postou a foto de uma aranha na parede de seu quarto na concentração do time nacional, no Espírito Santo, e passou a ser conhecido mundialmente. O atleta, porém, só está no Brasil para jogar a Copa do Mundo por causa de uma lesão.

Ben Halloran foi convocado para o Mundial sem ter jogado um minuto sequer com a camisa da seleção australiana
Ben Halloran foi convocado para o Mundial sem ter jogado um minuto sequer com a camisa da seleção australiana
Foto: Getty Images

Halloran não estava nos planos do treinador da seleção australiana, Ange Postecoglou, para disputar o Mundial. Ponta veloz e habilidoso, o jovem foi convocado sem ter atuado por sequer um minuto com a camisa da seleção australiana. A primeira vez que ele entrou em campo com o time nacional foi no dia 26 de maio, durante amistoso diante da África do Sul, quando a equipe já havia sido chamada para a Copa.

O motivo de sua convocação? A lesão de Robbie Kruse, titular absoluto da seleção e um dos principais jogadores do país na atualidade. O meia de 25 anos rompeu o ligamento do joelho esquerdo durante treinamento do Bayer Leverkusen, seu clube, em janeiro, e perdeu qualquer chance de jogar o maior torneio de futebol do planeta. Assim, a vaga caiu no colo de Halloran.

“Foi um momento terrivelmente infeliz para Robbie, porque ele era, sem dúvidas, o melhor jogador da Austrália antes de sua lesão, e eu me tornei realmente amigo dele na Alemanha”, disse Halloran, em entrevista ao jornal Sydney Morning Herald. “Nós dois temos o mesmo agente, então eu foi um dos primeiros a saber da sua lesão. O meu empresário me disse: Robbie teve uma lesão ruim. Mas essa pode ser sua chance de ir para a Copa”, revelou o jovem.

Agora, ele tem a oportunidade de sua vida. Soma apenas seis jogos e um gol com a camisa da seleção australiana sub-20 e alguns minutos em campo pela equipe principal – entrou no segundo tempo dos amistosos contra África do Sul e Croácia. Apesar disto, sonha em ser titular do selecionado nacional na Copa do Mundo.

“A minha convocação foi definitivamente agridoce. Não é assim que você quer que as coisas aconteçam. Mas, se eu pudesse fazer o papel de Kruse no lado direito do ataque, ou até mesmo na esquerda, ficaria extremamente feliz. Poderia andar na lua de tão leve”, afirmou Halloran, que também mantém a cautela.

Ronaldo minimiza a história da aranha e aprova a Seleção:

“Minha ambição é a de apenas jogar uma partida na Copa”, externou. “Eu não quero imaginar algo que esteja muito longe de mim, mas, se eu pudesse jogar contra a Espanha, o Chile ou a Holanda, seria surreal”, admitiu, referindo-se aos adversários australianos no Grupo B do Mundial.

Ben Halloran, porém, terá de lutar muito para entrar em campo na Copa do Mundo. Ele é reserva absoluto de Oar e Leckie no selecionado nacional e tem pouca experiência no futebol europeu. Deixou o futebol australiano apenas em maio do ano passado para se transferir ao Fortuna Dusseldorf, da Alemanha, por cerca de R$ 800 mil, e pouco jogou em sua primeira temporada. Curiosamente, a sua contratação pela equipe alemã foi realizada para suprir a saída exatamente de Robbie Kruse, que abandonou o Dusseldorf para jogar no Bayer Leverkusen.  

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade