1 evento ao vivo

Veja como prevenir lesões no joelho

19 nov 2012
09h17

O joelho é uma articulação muito suscetível a lesões por conta do esforço ao qual é submetido na prática da corrida. A maior incidência ocorre no ligamento patelar, que une a patela à tíbia e compõe o mecanismo extensor do joelho, juntamente com o músculo da coxa. A lesão mais comum é a tendinopatia − ou inflamação do tendão. Mas também podem ocorrer casos mais graves, como rompimento parcial ou total do ligamento, que são menos frequentes entre os corredores.

A maior incidência de lesões no joelho de corredores ocorre no ligamento patelar, que une a patela à tíbia
A maior incidência de lesões no joelho de corredores ocorre no ligamento patelar, que une a patela à tíbia
Foto: Getty Images / Terra



Segundo David Homsi, especialista em fisioterapia esportiva e musculoesquelética, as causas podem ser fraqueza muscular, o impacto do exercício ou mesmo a anatomia dos membros inferiores, no caso daqueles indivíduos cujos joelhos têm formato em 'X'. "Esse tipo de lesão é ocasionada pela alta carga de impacto, decorrente de exageros ou treinos em superfícies duras, ou mesmo por desiquilíbrio muscular em relação ao quadríceps e aos isquiotibiais (músculos anterior e posterior da coxa, respectivamente)", afirma.



O fisioterapeuta explica que a dor característica ocorre no polo inferior da patela, que é um osso pequeno e triangular, localizado na parte anterior à articulação do joelho. "Essa dor pode ser percebida ao correr, subir e descer escadas ou ao esticar as pernas após longos períodos com elas dobradas", salienta. Caso sinta dor em algumas dessas situações, o atleta deve procurar um médico do esporte e realizar os exames clínicos e laboratoriais para averiguar o problema. "Se a dor for muito forte, é aconselhável que o corredor suspenda temporariamente os treinos", sugere.



O tratamento, no caso da tendinopatia no tendão patelar, prevê descanso, anti-inflamatório (sob prescrição médica), fisioterapia analgésica e exercícios de fortalecimento e equilíbrio. ¿Não é possível prever um tempo mínimo para a recuperação do corredor, pois isso depende do grau da lesão. Porém o quanto antes ele buscar tratamento, logo que sentir dor, de preferência, as chances de o quadro piorar diminuem e consequentemente a recuperação será mais rápida¿, orienta Homsi.



Para prevenir o problema, o atleta deve realizar treinos de musculação e propriocepção (exercício que trabalha a percepção corporal, consciência da postura, do movimento), procurar correr em superfícies confortáveis, como terra, grama ou areia, e utilizar um tênis com bom amortecimento. "Também é fundamental respeitar seus limites nos treinamentos, assim como o descanso", acrescenta o fisioterapeuta.



Roda Livre
Especial para o Terra
Fonte: Terra
publicidade