PUBLICIDADE
Logo do Atlético-MG

Atlético-MG

Favoritar Time

Ex-presidente de organizada do Atlético-MG é afastado por violência doméstica

Na última segunda, 27, o presidente de uma das maiores torcidas organizadas do Atlético, a Fúria Alvinegra, foi acusado de violência doméstica por sua ex-companheira. Em nota, a organizada do Galo informou que o integrante Pedro Henrique Marques, conhecido como "Pedroga", será afastado do cargo após o caso de agressão. A vítima, uma jovem de […]

28 nov 2023 - 19h43
(atualizado às 19h43)
Compartilhar
Exibir comentários
Ex-presidente de organizada foi exposto pela namorada nas redes sociais, após agressão
Ex-presidente de organizada foi exposto pela namorada nas redes sociais, após agressão
Foto: Arquivo Pessoal / Reprodução

Na última segunda, 27, o presidente de uma das maiores torcidas organizadas do Atlético, a Fúria Alvinegra, foi acusado de violência doméstica por sua ex-companheira. Em nota, a organizada do Galo informou que o integrante Pedro Henrique Marques, conhecido como "Pedroga", será afastado do cargo após o caso de agressão.

A vítima, uma jovem de 21 anos, através de seu Twitter oficial, contou que no dia 27 de julho deste ano, cantou que Pedro teria a enforcado, a fazendo desmaiar. Para se defender, ela teria jogado uma televisão no chão e arranhado o agressor, tudo isso na frente da filha do casal, de seis meses.

Foi o dia q ele tentou me matar na frente da nossa filha, enforcada, na cama e depois no banheiro porque eu joguei a tv no chão e unhei ele para me defender, só q a minha força com a dele não se compara né gente, ele conseguiu me desmaiar.

A vítima conta que o agressor, após tudo isso, teria fugido, mas após um mês, Pedro teria a procurado através de SMS, dizendo que não conseguia ficar longe da filha do casal.

Bloqueado de tudo, um mês depois reapareceu através de sms, jurando amor eterno e chamando até pra morar junto de novo, só que EU não quis e eu não dei esse espaço para ele, mas confesso que quase caí na manipulação novamente.

Em entrevista à Itatiaia, Hilary, vítima do crime, afirma que Pedro já demonstrava sinais de desequilíbrio e agressividade, além de não aceitar o término da relação dos dois, dizendo ainda que caso a jovem se relacionasse com outras pessoas, ele 'mataria a pauladas'.

A jovem realizou um boletim de ocorrência no dia do ocorrido, além disso, a justiça definiu a medida protetiva de 200 metros, proibição do agressor de contatar a vítima por qualquer meio de comunicação e também de frequentar casa e trabalho de Hillary.

NÃO É A PRIMEIRA VEZ

Outra ex-namorado do homem, uma jovem de 24, também relata ter sofrido agressão por ele. Em conversa com à Itatiaia, a vítima conta que foi alvo de violência física e psicológica por parte de Pedro. O caso teria acontecido em 2017, quando o ex-presidente da Fúria, fazia parte de outra torcida organizada, a qual ele teve que sair.

A Fúria, organizada em que Pedro era presidente, em nota, disse que até as apurações dos fatos, o integrante estaria afastado do seu cargo. Confira!

"COMUNICADO OFICIAL

Mediante ao conhecimento dos fatos, houve uma reunião extraordinária da diretoria e viemos por meio deste comunicar o afastamento do então presidente Pedro de seu referente cargo, até que os fatos sejam esclarecidos e tratados pela esfera legal responsável. Tais condutas não representam de forma alguma a ideologia da nossa entidade, que sempre esteve lado a lado com as mulheres, buscando uma arquibancada mais igual e justa.

Nos solidarizamos com a situação, com a vítima e sua família.

Atitude Compromisso Respeito"

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade