0

Bernard diz: "por mim, faria contrato vitalício com Atlético-MG"

8 ago 2013
14h28
atualizado às 15h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Negociado com os ucranianos do Shakhtar, o meia-atacante Bernard afirmou que tem o desejo de voltar a jogar um dia no Atlético-MG. O jogador fez questão de agradecer todo o carinho que recebeu da torcida do time mineiro, e preferiu dizer apenas um até logo, projetando um retorno no futuro.

"A torcida do Atlético-MG fez tudo por mim. O carinho que ela teve comigo foi algo que eu não tinha visto ainda. Se hoje eu estou saindo do Atlético-MG é pela ajuda que a torcida me deu. Tenho que agradecer a Deus de ter tido a oportunidade de vestir essa camisa. Tenho certeza que não acaba por aqui. Quero deixar um até logo, porque é uma coisa que quero dar sequência. Tenho desejo e sonho de voltar", disse Bernard nesta quinta em entrevista à TV Globo.

Bastante emocionado, Bernard cogitou até um contrato "vitalício" com o Atlético-MG, demonstrando muita sinceridade no amor pelo clube mineiro. "O lado triste é o carinho que eu tenho por esse clube, meus amigos. Se fosse por desejo meu, eu queria ficar aqui e fazer um contrato vitalício, mas infelizmente são coisas que acontecem dentro do futebol".

<p>Atacante Bernard declarou todo seu amor pelo time do Atlético-MG e exaltou o técnico Cuca</p>
Atacante Bernard declarou todo seu amor pelo time do Atlético-MG e exaltou o técnico Cuca
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Além de agradecer todo o carinho que recebeu da torcida do Atlético-MG, Bernard não se esqueceu do técnico Cuca. O jogador afirmou que só conseguiu atingir o status de jogar na Seleção Brasileira e de ser vendido por 25 milhões de euros (cerca de R$ 77 milhões) porque teve a confiança do treinador atleticano. Bernard deixa claro que evoluiu muito sendo treinado por Cuca, tanto no aspecto tático, quanto na parte de finalização.

"Sou suspeito para falar, porque a partir do momento que ele iniciou a história dele no Atlético-MG, eu iniciei a minha, porque foi quando ele me deu oportunidade, comecei a jogar de titular. Um treinador que me ajudou a melhorar taticamente, psicologicamente. Dentro do jogo ajudou na finalização. Se hoje eu sou o que sou, ele tem uma grande parcela", declarou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade