PUBLICIDADE
Logo do Atlético-MG

Atlético-MG

Favoritar Time

Atlético-MG leva susto, mas vence Peñarol e mantém 100% na Libertadores

Atlético vence Peñarol pela fase de grupos da Libertadores.

23 abr 2024 - 23h42
(atualizado em 24/4/2024 às 09h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Esporte News Mundo

O Atlético-MG enfrentou o Peñarol-URU pelo 3° jogo da fase de grupos da Conmebol Libertadores, na Arena MRV, em Belo Horizonte. O Galo venceu a equipe uruguaia por 3×2, porém quase deixou escapar a vitória que parecia encaminhada após um primeiro tempo dominante.

O clube mineiro abriu 3 gols de vantagem com Gustavo Scarpa, logo no início da segunda etapa. Contudo, aos 15 minutos e aos 23, Max Olivera e Max Silveira diminuíram o placar. O Peñarol teve a chance do empate aos 27, quando o meia Gaston Ramirez acertou um chutaço no travessão de Éverson.

PRIMEIRO TEMPO

Logo na escalação, era possível enxergar um Atlético ofensivo, que iria em busca dos gols jogando dentro de casa. O técnico Gabriel Milito, pela primeira vez no comando da equipe, repetiu a escalação que derrotou o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. Com Battaglia vindo da defesa e Jemerson como o único zagueiro de origem, o Galo explorou a amplitude da formação e manteve uma pressão alta durante todo o primeiro tempo. Não demorou muito para que Gustavo Scarpa abrisse o placar após um cruzamento de Paulinho. O meia atleticano finalizou de primeira e colocou o Atlético na frente.

Para saber tudo sobre o Atlético, siga o Esporte News Mundo no X, Facebook e Instagram

O Peñarol tinha dificuldades para jogar e mais uma vez, na insistência da pressão alta, o defensor Damian Garcia entregou a bola de graça para Paulinho, que fez o 2×0. Durante a primeira etapa, a equipe uruguaia não ofereceu perigo a meta de Éverson e o Atlético administrou a vantagem.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, a equipe alvinegra manteve o ritmo e continuou jogando no campo de defesa do Peñarol. Em outra chegada perigosa, Zaracho carimbou o travessão do goleiro Amores. O técnico Diego Aguirre decidiu então promover três mudanças na equipe, porém logo após as substituições, Scarpa fez o segundo dele no jogo e abriu 3×0 no placar, depois de um belo contra-ataque puxado pelo lado esquerdo. Hulk só ajeitou e o meia bateu cruzado. O resultado parecia definido e a tendência era que o ritmo do time se mantivesse no alto.

O Peñarol não se deu por vencido, e aos 15 minutos do segundo tempo, Max Olivera, de cabeça, após um passe acrobático de Léo Fernandez, diminuiu para a equipe uruguaia. A desvantagem ainda era grande, mas ficou menor quando, 8 minutos depois, Max Silvera, após uma falha de Guilherme Arana, devolveu os uruguaios para o jogo. A partir dai, os visitantes tomaram conta da partida e não demorou muito para que Gaston Ramirez, que havia entrado durante a segunda etapa, chegasse com perigo. Em uma cobrança de falta longa, o meia surpreendeu Éverson e carimbou o travessão. Mesmo após a queda de rendimento, o Atlético conseguiu os três pontos.

Com o resultado, o Atlético chega a nove pontos, na liderança e com 100% de aproveitamento no Grupo G da Taça Conmebol Libertadores. O Rosario aparece em segundo lugar, com quatro pontos. O Peñarol segue com três e ocupa a terceira posição.

O Atlético volta a campo para enfrentar o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro, neste sábado (27), às 18h30, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade