0

Alemães surpreendem-se com goleada “surreal” sobre Brasil

8 jul 2014
21h22
atualizado às 23h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Berlim festejou como em um Carnaval fora de época. Um Carnaval tão inesperado que os berlinenses mal acreditavam que tal festa, em uma terça-feira chuvosa, seria possível. E foi. Mesmo com o tempo instável, mesmo com um jogo bem fora de hora para um dia de semana (às 22h, hora local) os torcedores saíram de casa sem medo da chuva para torcer pela sua seleção. Para eles, valeu a pena. A chuva parou, e a Alemanha deu um show de futebol que deixou os alemães incrédulos. 7 a 1, com quatro gols em um intervalo de seis minutos na metade do primeiro tempo contra o Brasil. Difícil de acreditar. Os alemães vivenciaram e celebraram um feito único na história do seu futebol: ganhar de goleada do time do país do futebol, que ainda sediava a Copa do Mundo.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

O clima da torcida estava animado desde o começo da partida no Kulturbrauerei, uma antiga cervejaria que abriga um centro cultural no nordeste de Berlim. Aos 11min, quando Müller abriu o placar, os alemães já comemoravam a vantagem sobre o Brasil, mas ainda com cautela. E a sequência de quatro gols entre os 23min e 29min do jogo foi tão rápido e inacreditável que muitos torcedores mal conseguiram acompanhar o que estava acontecendo. Alguns acharam que era repetição de algum lance, pois abrir uma vantagem tão grande em cima da Seleção Brasileira era inimaginável.

Se falta paixão para o futebol alemão, sobra técnica – ao contrário da Seleção Brasileira que, dessa vez, não conseguiu contar nem com a sorte. A torcida verde-amarela presente, em pequeno número, mas significativa na hora de cantar o hino, também não acreditou e se calou. Alguns resolveram ir embora, outros desistiram de vestir a camiseta. Os torcedores alemães, em vez de se aproveitarem para provocar a minoria canarinha, se solidarizaram com os brasileiros – pois eles mesmos ainda não conseguiam acreditar no que estava acontecendo.

“5 a 0 só no primeiro tempo é surreal. É claro que eu estou feliz, olha só essas pessoas aqui comemorando. É muito legal. Mas eu sinto muito pelo Brasil. Eu gosto muito da Seleção. Torço para que a final seja contra a Argentina para que os brasileiros fiquem do nosso lado. E espero que você ainda consiga se divertir aqui hoje (terça-feira)”, disse o berlinense Sasha Hermann, 36 anos, solidário.

Os cinco gols do primeiro tempo, resultado que bastava para os alemães presentes, renderam ainda mais dois na segunda parte do jogo. A surpresa e a segurança dessa vitória tão certa era tão grande que qualquer movimento correto do time já era motivo para comemorar. As defesas do goleiro Neuer e as trocas dos jogadores com os reservas rendiam longos aplausos do público.

O gol de Oscar aos 46min, para diminuir a vantagem alemã, passou desapercebido. Nesse momento, os torcedores estavam contando os segundos para comemorar a ida para a final. O fim do jogo foi celebrado com abraços, gritos, fogos de artifício e aquela sensação estranha, porém feliz, de comemorar o inesperado. “O que aconteceu com o Brasil? 7 a 1?”, indagou Markus Müller, 29. “Pelo menos ainda vai haver jogo para os dois times. Para nós no domingo e para vocês (brasileiros) no sábado”

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade