0

Como gravar uma mensagem de apoio e solidariedade?

Gravar uma mensagem é uma opção interessante para explicitar o apoio e a solidariedade neste momento. Mas como fazer isso? Confira aqui!

27 jul 2020
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Oi, Speaker!

Estar presente em tempos adversos, como o que estamos vivendo neste momento, é de suma importância em todas as relações sociais. E “estar presente” não significa, necessariamente, estar perto fisicamente, mas, sim, agir com empatia.

Como líder, demonstrar apoio e solidariedade para clientes e liderados é essencial, principalmente em crises. Atitudes práticas cotidianas – como, por exemplo, ser mais flexível com prazos e oferecer um suporte emocional para sua equipe – são uma forma de exercer essa empatia.

Aliado a tudo isso, gravar uma mensagem é uma opção interessante para explicitar o apoio e a solidariedade neste momento. Mas como fazer isso? Confira aqui!

Foto: Shutterstock

Escreva a mensagem com antecedência

O primeiro passo para gravar uma mensagem de apoio e solidariedade é pensar no que você quer dizer às pessoas e ir, aos poucos, lapidando o seu texto final. Uma boa estratégia para isso é seguir os passos:

Fazer um pequeno brainstorm, inserindo todas as ideias que vierem à sua mente
A partir do brainstorm anterior, selecionar aquilo que julgar mais importante e começar a estruturar a sua mensagem
Formatar o conteúdo para que seja um discurso contundente, dividindo-o em introdução, desenvolvimento e conclusão

Quanto ao que dizer na mensagem, é importante manter a sinceridade em suas colocações, evitar clichês e optar por um conteúdo original. Adotar um tom mais emotivo é interessante.

Crie um roteiro com palavras-chave

Quando você já tiver a versão final da sua mensagem, é hora de pensar em estratégias para a leitura. Ler integralmente o seu texto nem sempre é a melhor opção, já que pode fazer com que a sua fala soe menos natural.

Uma ferramenta eficiente é utilizar as palavras-chave como um guia. Você não precisa (nem deve!) decorar integralmente o seu discurso, mas, sim, familiarizar-se com ele o máximo possível para conseguir transmiti-lo com naturalidade.

Utilizar um pequeno roteiro com as palavras-chaves de cada tópico é uma forma de interpretar a sua mensagem, sem ter que memorizá-la integralmente ou ler todo o conteúdo.

Pratique (em voz alta) até se familiarizar com o texto

No tópico anterior, ressaltei a importância de se familiarizar com a sua mensagem antes de gravá-la. E, para isso, só existe um caminho possível: praticando quantas vezes forem necessárias.

Comece com a leitura em voz alta do seu texto. Esse passo é importante para lapidar detalhes que ainda precisem de ajustes, como, por exemplo, repetição excessiva de palavras em frases muito próximas.

Depois, procure praticar sem ler integralmente o conteúdo, utilizando as palavras-chaves das quais falamos anteriormente. Por fim, comece a praticar para a câmera e grave seus vídeos até chegar àquele que julgar o melhor.

Atente-se para a linguagem não-verbal

Já falamos bastante sobre o conteúdo, isto é, sobre aquilo que você irá dizer em sua mensagem. Mas tão importante quanto isso é pensar na forma como irá transmitir esse conteúdo.

Nesse sentido, a linguagem não-verbal tem uma relevância enorme. Nela, se incluem a sua postura, seus gestos, seu tom de voz, suas expressões faciais, seu olhar e, até mesmo, a roupa que decidir usar.

A sua postura deve estar ereta. Seus gestos, por sua vez, devem ser equilibrados. O ritmo de fala é aquele que julgar mais confortável para você e o tom de voz deve ser variado ao longo do discurso.

Quanto ao que vestir, uma roupa neutra é a melhor opção. O grau de formalidade depende de alguns fatores, como o seu público-alvo, por exemplo. Se você for um líder, um tom formal pode ser o mais indicado.

Defina o melhor enquadramento

Na gravação de vídeos, um fator importantíssimo é o enquadramento. Enquadramento, como o nome já diz, é tudo aquilo que será “enquadrado” ou enfocado pela câmera.

Como fundo do cenário, uma parede clara é a melhor alternativa. É importante ter em mente que, quanto mais amplo é o enquadramento, mais distrações haverá e isso não é interessante.

Quanto ao plano de filmagem, é indicado optar por um que enfoque desde abaixo dos seus cotovelos até um pouco acima da sua cabeça. Dessa forma, você conseguirá transmitir suas expressões faciais e seus gestos, sem exagerar no enquadramento.

 

Para gravar uma mensagem de apoio e solidariedade, preste atenção em todos os tópicos que vimos até aqui. Lembre-se, ainda, que a palavra de ordem para mensagens desse tipo é empatia. Mostre que você realmente se importa!

Se precisar de ajuda para planejar e gravar uma mensagem, fale com a nossa equipe!

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

 

 

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade