0

Teatro para executivos: desenvolvendo a oratória

Fazer teatro – ou aprender algumas técnicas ligadas ao teatro – pode trazer inúmeras vantagens, entre elas, a oratória. Saiba mais!

12 ago 2019
08h00
atualizado em 21/8/2019 às 11h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

“Executivos aprendem a contar histórias”. Esse é o título de uma matéria do jornal Valor Econômico, um dos principais veículos de comunicação do país, direcionado, sobretudo, a temas ligados à economia e negócios.

É isso mesmo: executivos e CEO’s de grandes e médias organizações estão buscando formas para se comunicarem melhor com as pessoas ao seu redor, especialmente no ambiente de trabalho. O porquê? Hoje, já está evidente que discursos enfadonhos, falas “difíceis” e slides densos ficaram para trás. É preciso expressar ideias e conteúdos de forma interessante – inclusive no âmbito corporativo.

Mas, afinal, o teatro é mesmo uma boa ferramenta para desenvolver a oratória? Quais são as outras alternativas para ser um comunicador melhor? É o que veremos neste artigo. Confira!

Foto: Shutterstock

Por que é importante aprender a contar uma história?

Como diz o título da matéria publicada pelo Valor, os executivos veem no teatro uma forma de aprender a contar uma história. Story Telling é o nome dessa técnica, que pode ser aplicada nos mais diversos contextos e situações de exposição de fala.

Contar uma história em apresentações profissionais significa expressar dados, opiniões, argumentos, projetos... e tudo mais que fizer parte do conteúdo a ser abordado de uma forma interessante, utilizando experiências próprias ou de outros.

Ao transmitir um conteúdo através de uma história, a fala se torna muito mais envolvente e os resultados na audiência serão consideravelmente melhores. Afinal, essa audiência provavelmente prestará muito mais atenção do que se fosse utilizado outro tipo de abordagem.

Seja para vender um produto, para lançar um produto ou serviço novo no mercado, dialogar com investidores ou clientes: contar uma história será uma boa estratégia. Por isso mesmo, profissionais das mais diversas áreas estão se dedicando a desenvolver as suas habilidades de comunicação, a fim de substituir hábitos antigos e ultrapassados por um modo de se comunicar mais compatível com o contexto atual.

Destaco, ainda, que comunicar-se bem é uma das habilidades do futuro, parte das chamadas soft skills. Essas competências vão além dos saberes técnicos e estão profundamente relacionadas à inteligência emocional. As soft skills são, atualmente, requisitos para ascender profissionalmente.

Teatro para executivos: funciona ou não funciona?

Fazer teatro – ou aprender algumas técnicas ligadas ao teatro – pode trazer inúmeras vantagens, entre elas, a capacidade de se expressar melhor, tanto verbalmente quanto através da linguagem não-verbal. Além disso, também é uma ferramenta interessante para ajudar a desengessar excesso de formalidades que o âmbito corporativo impõe em diversos casos.

Por essas razões, recorrer ao teatro pode ser um caminho para falar melhor, aprender a fazer contato visual e a ser menos formal na hora de subir ao palco para uma apresentação.

Ainda assim, por diversos motivos, muitos profissionais preferem outras alternativas para desenvolver as habilidades de comunicação, que trabalham os pilares da oratória sem necessariamente inclui-las no ambiente teatral.

Uma dessas alternativas é o treinamento em oratória com profissionais especializados nessa área. Nesses treinamentos, o profissional – seja ele executivo ou não – poderá identificar quais são suas demandas mais urgentes e quais técnicas se adaptam melhor ao contexto no qual está inserido.

Um exemplo: profissionais de venda provavelmente terão que trabalhar as técnicas para uma oratória persuasiva, direcionando práticas e teorias para esse pilar específico da comunicação. Gerentes de equipes, por sua vez, precisarão se ater às ferramentas para impulsionar a comunicação com seus liderados, a fim de desenvolver competências também específicas, a ressaltar a organização de reuniões e os feedbacks para seu setor.

Treinamento em oratória ou curso de teatro?

Que aprimorar as habilidades de comunicação é uma das exigências do mercado atual, não restam dúvidas. Mas, qual a melhor opção: um curso de teatro ou um treinamento em oratória?

Para decidir o que é melhor, pense em seu próprio perfil e em qual contexto se sentirá mais confortável para aprender e desenvolver as competências ligadas à comunicação. Depois disso, tenha em mente que, em um treinamento em oratória, além de trabalhar habilidades ligadas à linguagem não-verbal, como no teatro, o profissional também entenderá fatores relacionados à comunicação e, a partir deles, terá contato com ferramentas aplicáveis em seu cotidiano pessoal e corporativo.

Espero que este artigo tenha sido útil! Se ainda tiver dúvidas sobre o que conversamos hoje, entre em contato!

Até a próxima, Speaker!

 

Fonte:

https://www.thespeaker.com.br/teatro-executivos-oratoria/

https://janusinvestimentos.com/livefeed/

 

 

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade