1 evento ao vivo

Clubhouse: 5 técnicas para se dar bem na nova rede social

Uma nova rede social vem dando o que falar nas últimas semanas: o Clubhouse. Direcionada exclusivamente para envio de áudio!

10 fev 2021
13h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Olá, Speaker!

Uma nova rede social vem dando o que falar nas últimas semanas: o Clubhouse. Direcionada exclusivamente para envio de áudio, essa nova mídia demanda uma habilidade bem específica: a de saber usar bem a voz.

O que, a princípio, era apenas mais uma rede de entretenimento já está sendo usada como ferramenta profissional. Inclusive, alguns dos nomes mais importantes do mundo, como Elon Musk, já aderiram ao Clubhouse.

Se você já tem o convite para entrar na rede social ou se está à espera do seu, leia este artigo até o final e veja quais são as 5 técnicas essenciais para se dar bem no Clubhouse!

Vamos lá?

Foto: Internet

Clubhouse: a rede social dos áudios

Você sabe como funciona o Clubhouse? Essa é a rede social dos áudios: nada de fotos ou vídeos, as salas de bate-papo só permitem o envio de áudio entre os participantes. Essas salas são divididas por temas, aproximando pessoas com interesses afins.

É possível realizar até mesmo grandes eventos nesse formato, com a presença de até 5 mil pessoas. Nesses casos, há um moderador, responsável por dirigir e organizar a conversa entre as pessoas que fazem parte do bate-papo.

Ainda é possível usar essas salas na modalidade palestra: apenas uma pessoa fala, enquanto as outras escutam os áudios. Vale lembrar que, hoje, não é possível gravar ou exportar o material para outras redes sociais.

5 técnicas para se dar bem no Clubhouse

A procura pelo Clubhouse no Google aumentou em mais de 500% nos últimos dias. Quais são as técnicas mais importantes para ser um bom speaker nessa nova rede social?

1. Saber lidar com interrupções

Nas salas de bate-papo menores, todos os participantes podem ficar com os microfones ligados, o que gera um desafio para o speaker da vez: lidar com interrupções.

As interrupções têm um efeito negativo, já que podem prejudicar o desenvolvimento de uma ideia e causar os temidos “brancos”. Por isso mesmo, antes de um evento no Clubhouse, é fundamental saber o que você vai dizer e praticar com antecedência.

2. Interpretar o momento certo de falar

Assim como as interrupções dos outros atrapalham você, as suas interrupções também prejudicam os demais. Por isso mesmo, ter o timing correto e interpretar qual é o momento adequado para falar é importante nessa nova rede.

Não ter esse timing, essa interpretação, pode fazer com que você fale na hora inapropriada ou, ainda, que perca a oportunidade de dar a sua opinião e se torne a famosa “planta” no bate-papo.

3. Atenção aos cuidados técnicos

No Clubhouse, não há imagem, nem vídeo. O som é a principal forma de comunicação entre os participantes. Logo, ele precisa estar em uma boa qualidade. Por isso, antes de participar de um bate-papo, garanta que isso aconteça.

Não me refiro apenas à boa qualidade do seu microfone, mas também ao bom senso para escolher um local silencioso ao se comunicar nessa nova rede social. Os ruídos externos podem ser altamente prejudiciais nesse novo formato.

4. Será o anfitrião? Entenda que a comunicação é troca

Se você será o anfitrião em algum evento do Clubhouse, a atenção deve ser ainda maior. Não há linguagem corporal, isto é, as pessoas não podem ver seus gestos ou suas expressões, por isso mesmo, é fundamental ser claro ao usar a sua voz.

Na hora de fazer uma pergunta ou de passar a palavra a alguém, tenha o cuidado de chamar as pessoas pelo nome. Só assim elas saberão que a mensagem está dirigida a elas.

Além disso, é preciso ter “jogo de cintura” para fazer as mediações e garantir que a palavra não seja monopolizada – se essa não for a intenção, claro.

5. Impostação vocal

Seja como participante ou como anfitrião de um bate-papo, saber usar a voz é determinante no Clubhouse. Afinal, como venho dizendo até aqui, os áudios são a principal forma de comunicação nessa rede social.

Impostar a voz significa saber dar energia à sua expressão vocal, alterando o tom de voz em momentos importantes e encontrando um ritmo de fala confortável para você e para os demais.

Aquecer a voz antes de um evento e praticar técnicas de expressão vocal são ações fundamentais para quem quer ser um speaker no Clubhouse.

 

A voz é, como costumo dizer, um instrumento, a ponte entre comunicador e audiência. O Clubhouse veio para deixar isso ainda mais explícito e tornar ainda mais urgente a necessidade de entender a voz e saber usá-la bem!

Fonte:

https://thespeaker.com.br/clubhouse-rede-social-oratoria/

Veja também:

Novo Corolla Cross: chegou o SUV da Toyota
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade