0

Riscos são negativos e BCE irá agir se eles se concretizarem, diz vice-presidente do BCE

19 jun 2019
09h27
atualizado às 10h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Os riscos são negativos e, se começarem a se materializar, o Banco Central Europeu vai agir, disse o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, acrescentando que o banco central pode escolher uma mistura de ferramentas para restaurar a inflação.

REUTERS/Kai Pfaffenbach
REUTERS/Kai Pfaffenbach
Foto: Reuters

O presidente do BCE, Mario Draghi, disse na terça-feira que o BCE vai afrouxar a política monetária novamente se a inflação não acelerar, sinalizando uma das maiores reversões de seu mandato de oito anos e provocando a ira do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Temos um amplo leque de instrumentos disponíveis: temos orientações futuras, temos operações de refinanciamento direcionadas de longo prazo, temos o reinvestimento dos vencimentos de nosso balanço patrimonial - portanto, há uma ampla variedade de instrumentos que podemos usar, e o afrouxamento monetário é parte deles ", disse de Guindos à CNBC.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade