0

Preços da gasolina e diesel nos postos caem na semana; etanol volta a subir, diz ANP

27 nov 2020
20h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os preços médios da gasolina e do diesel recuaram nos postos de combustíveis do Brasil ao longo desta semana, enquanto o valor médio do etanol voltou a subir, mostraram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicados nesta sexta-feira.

Preços de combustíveis em posto no Rio de Janeiro (RJ) 
09/03/2020
REUTERS/Ricardo Moraes
Preços de combustíveis em posto no Rio de Janeiro (RJ) 09/03/2020 REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: Reuters

De acordo com a reguladora, o preço da gasolina comum nas bombas registrou, em média, queda de 0,13% no período, atingindo 4,428 reais por litro.

Já o diesel, combustível mais utilizado do Brasil, recuou 0,56% na semana, com o litro custando em média 3,518 reais.

Os preços de ambos, porém, haviam avançado na semana imediatamente anterior, em comparação com a semana encerrada no dia 14 de novembro, segundo a ANP.

Na última quarta-feira, a Petrobras anunciou a elevação do preço da gasolina em suas refinarias em 4%, enquanto o diesel teve alta de 5%, no segundo movimento de alta promovido pela estatal para as cotações dos dois combustíveis em novembro.

O repasse dos reajustes aos consumidores finais nos postos, no entanto, depende de uma série de fatores, incluindo margem de distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro.

Concorrente da gasolina nas bombas, o etanol registrou caminho contrário e avançou 0,45% na comparação semanal, para o valor médio de 3,124 reais por litro.

Esta é pelo menos a quarta semana consecutiva de altas no preço do biocombustível, segundo dados da ANP que remetem ao início deste mês.

BR-101

O preço médio do diesel na BR-101, uma das principais rodovias do país, apresentou variação de 17% em novembro quando considerados os valores praticados pelos postos de combustíveis dos diversos Estados cruzados pela estrada, indicou a TicketLog nesta sexta-feira.

Dentre os 12 Estados que a via atravessa, o menor valor registrado foi no Rio Grande do Sul, a 3,321 reais por litro, e o maior no Pará, a 3,896 reais/litro na média encontrada nas bombas.

No mesmo período do ano passado, a variação atingia 13%, de acordo com a marca, que atua na gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil.

"No âmbito nacional, o combustível apresentou, em novembro, um crescimento de 1,73% frente a outubro, fechando com a média de 3,747 reais o litro. O diesel S-10 apresentou aumento similar, ficando 1,74% mais caro do que no mês passado, sendo encontrado a 3,793 reais", afirmou em nota Douglas Pina, head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

A BR-101 vai do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte, sendo sobreposta em alguns trechos por rodovias como Régis Bittencourt (ligação entre Curitiba e São Paulo) e Presidente Dutra, que conecta o São Paulo ao Rio de Janeiro, ambas partes da BR-116.

O levantamento tem como base o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), que leva em consideração os abastecimentos realizados em 18 mil postos credenciados à marca.

Veja também:

Homens são detidos pela prática de crime sexuais contra menores de 18 anos
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade