PUBLICIDADE

Com 80 mi de clientes, Nubank se torna o 4º maior banco no Brasil

Roxinho agora só fica atrás, em quantidade de clientes, da Caixa Econômica Federal, Bradesco e Itaú Unibanco

26 jul 2023 - 13h20
Compartilhar
Exibir comentários

O Nubank se tornou a quarta maior instituição financeira do Brasil em quantidade de clientes. O banco digital do cartão roxo superou 77 milhões de clientes no segundo trimestre e, neste mês, ultrapassou a marca de 80 milhões. Somadas as operações no México e na Colômbia, a base chega a 85 milhões, mais do que o dobro em relação a dois anos atrás, quando a fintech tinha 41 milhões de clientes.

Foto: Divulgação/Nubank / Startups

Conforme dados oficiais referentes ao segundo trimestre de 2023, publicados pelo Banco Central (BC), o Nubank agora só fica atrás, em quantidade de clientes, de três grandes bancos — Caixa Econômica Federal (150,4 milhões), Bradesco (104,5 milhões) e Itaú Unibanco (99,9 milhões).

"O crescimento sucessivo da nossa base de clientes continua a reforçar a eficiência e o potencial do nosso modelo de negócios digital. Isso nos permite crescer em escala, fornecendo serviços financeiros de alta qualidade e baixo custo", diz em nota David Vélez, fundador e CEO global do Nubank. Ele cita, ainda, o nível de atividade acima de 82% da instituição e a venda cruzada de produtos e serviços.

Neste ano, o Nubank diz ter lançado mais de 25 produtos e recursos, como novas modalidades de seguros e crédito consignado. "Quase metade da população adulta brasileira já é cliente do Nubank", afirma Lívia Chanes, líder de operações do banco no Brasil, na nota.

E o mercado?

De acordo com os números do BC — que congrega as bases do Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS) e do Sistema de Informações de Crédito do Banco Central (SCR) -, depois do Nubank, o ranking traz dois grandes bancos tradicionais: Banco do Brasil (74,6 milhões de clientes) e Santander (64,4 milhões).

Foto: Startups

Entre os bancos digitais e fintechs, outro player com base relevante é o PicPay, que aparece com dados consolidados entre sua IP, o banco múltiplo PicPay Bank e o Original (cuja base PF foi recém-incorporada pelo PicPay) — ao todo, esse grupo totaliza 50,3 milhões de clientes. Já o conglomerado Mercado Crédito (que une a financeira e a instituição de pagamento do Mercado Pago) reúne 47,4 milhões.

Esses números, então, colocam PicPay e Mercado Pago como 7ª e 8ª maiores instituições financeiras do país, em base de clientes. Outros neobanks aparecem mais distantes, de acordo com as informações disponibilizadas pelo BC. O PagBank PagSeguro, por exemplo, encerrou o segundo trimestre do ano com 29,5 milhões de clientes, seguido por C6 Bank (26,9 milhões) e Inter (26,4 milhões).

Como escreveu em seu LinkedIn Gueitiro Genso, ex-CEO do PicPay e hoje conselheiro e investidor de startups, os 15 maiores bancos do país, juntos, passam de 841 milhões de clientes. Isso significa mais de 4x a população brasileira (203 milhões de habitantes). Nesse cenário de maior competição entre incumbentes, fintechs e neobanks, o desafio é ser o "banco número 1" dos clientes, ou seja, conquistar a tão desejada principalidade.

Startups
Compartilhar
Publicidade
Publicidade