4 eventos ao vivo

Justiça bloqueia R$ 778 milhões de filho de Eike

Ação foi movida pelo administrador judicial da MMX, antiga empresa de mineração do grupo EBX

20 mar 2019
05h11
atualizado às 08h02
  • separator
  • comentários

A 1.ª Vara Empresarial da Justiça de Minas Gerais determinou o bloqueio de R$ 778,4 milhões de Thor Batista, filho do empresário Eike Batista e de mais seis empresas e off-shores da família em ação movida pelo administrador judicial da MMX, antiga empresa de mineração do grupo EBX, que está em recuperação judicial. O objetivo é que os valores bloqueados ajudem a pagar débitos com credores da companhia.

Segundo apurou o Estado, a busca dos recursos foi feita depois que um bloqueio anterior dos bens do próprio Eike evidenciou repasses a Thor, tanto em espécie quanto em forma de sociedades em empresas no exterior. O rastreio foi realizado com a ajuda do advogado Rodrigo Kaysserlian, presidente do Instituto Brasileiro de Rastreamento de Ativos.

O ex-bilionário Eike Batista
O ex-bilionário Eike Batista
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Procurado Kaysserlian não quis comentar o caso. A defesa de Thor Batista não foi encontrada. Como a decisão é de primeira instância, cabem recursos.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade