1 evento ao vivo

Índices recuam afetados por ações de bancos e do setor de petróleo

12 jun 2019
17h27
atualizado às 17h57
  • separator
  • comentários

Os principais índices acionários de Wall Street fecharam em leves quedas nesta quarta-feira, com ações de bancos em baixa diante do fortalecimento da perspectiva de corte de juros nos Estados Unidos, enquanto o setor de petróleo sentiu a pressão do tombo dos preços da commodity.

 REUTERS/Brendan McDermid
REUTERS/Brendan McDermid
Foto: Reuters

O índice Dow Jones caiu 0,17%, para 26.004,83 pontos. O S&P 500 perdeu 0,20%, para 2.879,84 pontos. E o Nasdaq Composto cedeu 0,38%, para 7.792,72 pontos.

O índice S&P para o setor de petróleo caiu 1,4%, maior baixa dentre os 11 setores do S&P, tornando o segmento o de pior desempenho no ano. O setor foi afetado pela forte desvalorização de 4% nos preços do petróleo

Já as ações de bancos --que tendem a se beneficiar de juros mais altos-- cederam 1,4%. O índice S&P para o setor financeiro recuou 1%.

As apostas de cortes de juros nos Estados Unidos tiveram fôlego nesta sessão após dados mostrarem que os preços ao consumidor dos EUA subiram 0,1% em maio, apontando uma inflação moderada.

Mas as esperanças de que o Federal Reserve atue para conter a desaceleração da economia global, devido à escalada da guerra comercial dos EUA com a China, têm alimentado altas nos mercados de ações em junho. O S&P 500 avança 4,6% neste mês.

O Fomc --comitê do Fed que define a taxa básica de juros dos EUA-- se reúne nos dias 18 e 19. O mercado projeta pelo menos dois cortes de taxa até o fim de 2019. Contratos futuros de taxas de juros indicam 80% de probabilidade de redução nos juros já no mês de julho.

De forma geral, investidores estão reduzindo a exposição a ações depois do recente rali e antes da reunião do Fed.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade