PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Fed fornece injeção maciça de liquidez para acalmar mercados em meio a sinais de estresse

12 mar 2020 - 17h29
Compartilhar
Exibir comentários

O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) interveio para conter um colapso no mercado nesta quinta-feira com uma expressiva injeção de dinheiro que, segundo alguns analistas, poderia apontar para uma ação mais agressiva da autoridade monetária para estimular a economia e estabilizar o sistema financeiro.

Chaiman do Federal Reserve, Jerome Powell, chega para entrevista coletiva em Washington 
03/03/2020
REUTERS/Kevin Lamarque
Chaiman do Federal Reserve, Jerome Powell, chega para entrevista coletiva em Washington 03/03/2020 REUTERS/Kevin Lamarque
Foto: Reuters

Nesta quinta-feira, o Fed de Nova York anunciou que fará novas operações compromissadas, nesta semana, no montante de 1,5 trilhão de dólares e começará a comprar uma série de vencimentos como parte de suas compras mensais de Treasuries.

"O Fed provavelmente fará mais em breve, incluindo o corte de taxas para provavelmente zero", disse Ebrahim Rahbari, estrategista-chefe de moeda do Citi, em nota aos clientes nesta quinta.

O banco central disse que ofereceria 500 bilhões de dólares em uma operação compromissada de três meses nesta quinta-feira. Na sexta, o Fed fará outra operação de também 500 bilhões de dólares em operações compromissadas de um mês e outra de 500 bilhões de dólares em compromissadas de três meses.

Notavelmente, o Fed também está alterando os vencimentos dos títulos do Tesouro que compra mensalmente para aumentar as reservas. A partir de sexta-feira, o banco central comprará uma série de vértices correspondentes à composição dos títulos do Tesouro dos EUA em circulação, incluindo cupons, notas, títulos protegidos pela inflação e notas remuneradas por taxa flutuante.

Até agora, o Fed tinha concentrado suas compras em Treasuries de curto prazo, medida que enfatizava que a expansão do balanço era parte de um esforço técnico para aumentar a liquidez --e não o "afrouxamento quantitativo usado para combater a crise financeira de 2007 a 2009.

O espectro mais amplo de vencimentos, no entanto, conduz o Fed de volta ao tipo de esforço da era de crise.

"Isso é basicamente QE (afrouxamento quantitativo)", disse Tim Duy, professor de economia da Universidade do Oregon. "Se você está seguindo a curva inteira, definitivamente está fazendo algo diferente" do que apenas comprar títulos.

As mudanças foram feitas sob a direção do chairman do Fed, Jerome Powell, em consulta com o painel de formulação de políticas do Fed, informou o Fed de Nova York. Os mercados de ações dos EUA reduziram brevemente as perdas depois que a autoridade monetária anunciou os ajustes, antes de retomar uma forte venda.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade