PUBLICIDADE

Faturamento de franquias de limpeza ultrapassa R$ 1,9 bilhão

Pesquisa indica crescimento de 13,5% no faturamento de franquias de limpeza e conservação no ano de 2023. Raphael Marques, CEO da #1 Lavanderia, explica que segmento vem conquistando cada vez mais público no Brasil e oferece diferenciais para quem busca se tornar franqueado

12 abr 2024 - 13h35
(atualizado às 14h56)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Image by rawpixel.com on Freepik / DINO

Franquias da área de limpeza e conservação faturaram mais de R$ 1,9 bilhão em 2023 no Brasil, um crescimento de 13,5% em relação a 2022, quando o faturamento havia ficado em torno de R$ 1,6 bilhão. É o que revela uma pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Dentro do segmento de limpeza, estão as lavanderias de autosserviço, um que setor tem crescido bastante e atende cada vez mais camadas da população, como diz Raphael Marques, CEO da franquia #1 Lavanderia.

"O pós-pandemia trouxe uma real mudança comportamental no mundo e as lavanderias de autosserviço vêm se espalhando. Esse segmento começou atendendo estudantes e viajantes, mas há um aumento de classes e pessoas que aderiram à utilização dos serviços, como trabalhadores e donas de casa", afirma Marques, cujo negócio tem mais de 250 unidades franqueadas.

Para embasar seu argumento, ele cita um dado do Sindicato Intermunicipal de Lavanderias no Estado de São Paulo (Sindilav) de que 4% da população economicamente ativa utiliza lavanderias. No entanto, mais de 20% seriam clientes em potencial ‒ número que, atualmente, pode ser maior, considerando que a estimativa foi feita antes da pandemia. "A lavanderia de autosserviço tem tido evidência no franchising brasileiro pelo processo simplificado e ágil na lavagem e secagem das roupas", explica. 

Modelo de negócios atrativo

De acordo com Marques, o modelo de negócios das lavanderias de autosserviço oferece diferentes vantagens, como a dispensa da necessidade de ter uma equipe trabalhando presencialmente no estabelecimento todos os dias. 

Isto é, enquanto uma lavanderia tradicional necessitaria de um funcionário para coordenar a limpeza das roupas, entregá-las ao público e receber os pagamentos, o autosserviço possibilita que o cliente faça tudo por conta própria em um sistema automatizado. Esse tipo de empreendimento "possui zero inadimplência, possibilidade de funcionamento 24 horas e gestão remota das unidades", complementa Marques.

Ele acrescenta que os diferenciais das lavanderias de autosserviço atraem franqueados de diferentes perfis, desde a pessoa que quer realizar o sonho de administrar um negócio próprio até o empresário já consolidado que busca diversificar os seus investimentos.

Na visão do CEO, o segmento deve continuar se ampliando no Brasil, "seja pelo espaço que ainda existe no mercado ou até mesmo pelo potencial de expansão em cidades de vários portes, atendendo essa mudança do público que procura na lavagem de autosserviço a comodidade em lavar e secar suas roupas na hora".

Para saber mais, basta acessar: https://www.lavanderiafranquia.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade