2 eventos ao vivo

Confiança do consumidor no Brasil sobe em janeiro pelo 5º mês seguido, diz FGV

25 jan 2018
08h29
atualizado às 09h02
  • separator
  • comentários

A confiança do consumidor brasileiro começou 2018 em alta, marcando em janeiro o quinto mês consecutivo de crescimento em meio à recuperação da economia, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Consumidora faz compras em mercado em São Paulo
11/01/2017 REUTERS/Paulo Whitaker
Consumidora faz compras em mercado em São Paulo 11/01/2017 REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

Em janeiro, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu 88,8 pontos, alta de 0,4 ponto em relação a dezembro, de acordo com a FGV. Com isso, chegou ao maior nível desde outubro de 2014 (91,3 pontos).

A FGV revisou o desempenho de dezembro para alta de 0,9 ponto, ante queda de 0,4 ponto divulgada no mês passado. [nE6N1NN03V]

"A confiança dos consumidores continuou avançando, mas desacelerou um pouco em janeiro, influenciada por uma divergência de opiniões sobre o cenário econômico para os próximos meses", analisou em nota a coordenadora da Sondagem do Consumidor, Viviane Seda Bittencourt.

"Embora a percepção sobre a situação financeira das famílias siga melhorando lentamente e a expectativa de inflação continue em queda, os consumidores continuam cautelosos em relação às compras de alto valor", acrescentou.

O desempenho de janeiro foi puxado pela alta do Índice de Situação Atual (ISA), que subiu 1,8 ponto, para 76,6 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE) caiu 0,6 ponto, para 97,6 pontos, quebrando a sequência de quatro altas consecutivas nos meses anteriores.

O ambiente neste início de ano permanece sendo de inflação baixa, ainda que apresentando alguma retomada, com melhora gradual da economia e do mercado de trabalho.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade