0

CCR confirma operações de busca e apreensão da PF na empresa, na RodoNorte e em residências de executivos

26 set 2018
10h41
  • separator
  • 0
  • comentários

A CCR confirmou nesta quarta-feira a realização de busca e apreensão nesta manhã na sede da companhia, na sua controlada RodoNorte, assim como nas residências de ex-executivo e de executivos do grupo.

21/6/ 2018. REUTERS/Leonardo Benassatto
21/6/ 2018. REUTERS/Leonardo Benassatto
Foto: Reuters

Entre os que tiveram suas residências como alvo da operação de busca e apreensão estão o ex-diretor presidente da RodoNorte José Alberto do Rêgo Moita, e o diretor operacional da RodoNorte Cláudio José Machado Soares, "sendo estes dois últimos presos", disse a empresa sem dar mais detalhes.

Em fato relevante, a CCR disse ainda que "adotará as medidas cabíveis para a apuração dos fatos" e que os trabalhos do Comitê Independente de investigação, formado em fevereiro, continuam em andamento.

"Ao final da investigação, o Comitê Independente apresentará suas conclusões ao Conselho de Administração da Companhia", disse a empresa.

Nesta manhã, a Polícia Federal foi cumpriu 19 mandados de prisão em um aprofundamento das investigações sobre esquema de corrupção na concessão de rodovias federais no Estado do Paraná envolvendo seis concessionárias, informaram a PF e o Ministério Público Federal. As concessionárias são suspeitas de pagamento de propina em contratos para a administração de 2,5 mil quilômetros do Anel de Integração do Estado do Paraná.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade