PUBLICIDADE

Geometria deve ser feita sempre após mudanças na suspensão

23 dez 2013 07h07
| atualizado às 09h11
ver comentários
Publicidade

Não importa a marca do seu carro nem quantos anos ele tem.  Se for feita qualquer manutenção na suspensão, o veículo precisa passar por geometria. Isso garantirá segurança ao dirigir, maior durabilidade dos pneus e mais vida útil das demais peças da suspensão.

A geometria é, basicamente, o acerto da regulagem dos pontos de fixação do sistema de suspensão. É um alinhamento de todos os ângulos que compõem o sistema de direção e suspensão dianteira dos veículos. São medidas exatas determinadas por fábrica para dar maior segurança. Por isso, sempre que for trocada qualquer peça na direção ou suspensão, a geometria deve ser feita para garantir que essas medidas sejam reinstaladas. Somente no olho o mecânico não consegue chegar a tal precisão.

Os ajustes de geometria contribuem para o bom desempenho quanto ao conforto, dirigibilidade e segurança. Eles também prolongam a vida útil dos pneus, evitando assim desgastes irregulares na banda de rolagem.

Manutenção periódica

Mesmo se a suspensão não sofrer mudanças, a geometria também deve ser feita periodicamente. Com o passar do tempo, a suspensão acaba perdendo seu alinhamento. O desgaste natural dos componentes, a passagem por buracos, quebra-molas e colisões são os principais vilões para o desalinhamento do veículo. Por isso, é aconselhável que a geometria seja realizada pelo menos cada 10 mil quilômetros.

Fonte: Canarinho Press
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade