PUBLICIDADE

Importados crescem e Volvo XC60 lidera ranking da Abeifa

Com 7.398 emplacamentos em julho, marcas filiadas à Abeifa cresceram 6,3% em um mês. Volvo e Kia Motors lideram ranking entre importados

5 ago 2021 06h00
ver comentários
Publicidade
Volvo XC60: liderança.
Volvo XC60: liderança.
Foto: Volvo / Divulgação

Kia Motors e Volvo dominaram o ranking de importados da Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) em julho. A marca sueca vendeu 632 unidades, seguida da sul-coreana com 556 emplacamentos. Dentre os modelos, o mais vendido foi o Volvo XC60, que repetiu a liderança conquistada em junho. O SUV sueco vendeu 419 unidades, seguido pelo Kia Bongo (293) e pelo Kia Cerato (155).

Em julho, as 13 marcas filiadas à Abeifa registraram ao todo 7.398 emplacamentos, considerando as vendas de carros importados e modelos com produção nacional. De acordo com a entidade, o resultado se traduz em um aumento de 6,3% em relação ao último mês, quando foram comercializadas 6.960 unidades, e um crescimento de 33,2% em um ano.

TOP 5 CARROS ABEIFA JULHO
P.CARROVENDAS
1VOLVO XC60419
2KIA BONGO293
3KIA CERATO155
4VOLVO XC40114
5VOLVO XC9095

Considerando apenas o licenciamento de veículos produzidos no Brasil, as marcas da Abeifa chegaram a 4.843 unidades, um aumento de 12,4% ante aos resultados do mês anterior e de 77,8% em relação a julho de 2020. “As empresas filiadas, também fabricantes locais, obtiveram resultados muito expressivos em julho”, afirma João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa.

TOP 5 MARCAS ABEIFA JULHO
P.MARCAVENDAS
1VOLVO632
2KIA MOTORS556
3BMW523
4PORSCHE272
5LAND ROVER210

Na importação, no entanto, a crise global causada pela falta de semicondutores ainda preocupa. Em julho, as 2.555 unidades vendidas pelas marcas filiadas à Abeifa significaram uma redução de 3,7% ante junho de 2021 e de 9,8% quando comparado ao mês de julho do ano passado. “Para as importadoras, porém, as vendas foram inibidas por falta de vários modelos. O desabastecimento instável de peças e de componentes ainda tem impactado a produção de nossas matrizes. Mas entendemos que o setor consegue se recuperar nos próximos meses porque há uma demanda reprimida”, conclui João Oliveira.

A Abeifa também destaca o crescimento das vendas nos sete primeiros meses do ano. No acumulado, as unidades importadas já somam 15.736 emplacamentos, um aumento de 9,9% em relação ao mesmo período de 2020. Também em crescimento, a produção nacional das associadas à entidade registrou, no mesmo período, 26.151 licenciamentos, uma alta de 79,9%. No somatório geral, as associadas à Abeifa venderam 41.887 no período, 45,2% a mais do que no ano passado.

Kia Cerato: pódio de julho.
Kia Cerato: pódio de julho.
Foto: Kia / Divulgação

Segundo a Abeifa, com as 7.398 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa em julho foi de apenas 4,5% do mercado total de automóveis e comerciais leves (162.404 unidades). Quanto aos carros importados, a participação da Abeifa foi de 1,57% do mercado interno brasileiro.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade