PUBLICIDADE

Brasil ocupa 62ª posição em ranking de produtividade que analisa 67 economias

Apesar de ter melhorado na "performance econômica", o país tem um desempenho ruim em "eficiência de governo"

18 jun 2024 - 10h09
(atualizado às 10h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Phaelnogueira/iStock

O Brasil caiu duas posições no ranking de produtividade divulgado anualmente pelo Institute for Management Development (IMD), localizado na Suíça. Com isso, o país está em 62º na lista que analisa 67 economias, estando pior avaliado do que África do Sul e Mongólia, que subiram um ponto cada, logo acima do Brasil.

Segundo a análise, o ponto em que o Brasil tem pior desempenho é a eficiência de governo, em que fica na 65ª colocação. Por outro lado, onde o país se destaca é na perfomance econômica, ficando na 38ª posição do ranking.

Os principais desafios para o Brasil, de acordo com a Fundação Dom Cabral, parceira da IMD, são:

  • Melhorar substancialmente o acesso à educação básica de qualidade para a população;
  • Aprimorar e requalificar profissionais para mudanças tecnológicas dinâmicas;
  • Melhorar as infraestruturas e a logística para aumentar a resiliência econômica e o crescimento;
  • Melhorar os índices de igualdade e inclusão;
  • Melhorar a capacidade das organizações para desenvolver inovações de ponta.

O ranking de produtividade é como uma "referência para estes países medirem o seu progresso e identificarem áreas de melhoria, oferecendo um caminho claro para o seu desenvolvimento económico, mas também apoiando objectivos globais como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)", explica Arturo Bris, diretor do IMD World Competitiveness Center.

Confira os 10 países melhores avaliados no ranking de produtividade:

  1. Singapura;
  2. Suíça;
  3. Dinamarca;
  4. Irlanda;
  5. Hong Kong (Região Administrativa Especial);
  6. Suécia;
  7. Emirados Árabes Unidos;
  8. Taiwan;
  9. Países Baixos;
  10. Noruega.

Confira os 10 países piores avaliados no ranking de produtividade:

  • 58 Bulgária
  • 59 Eslováquia
  • 60 África do Sul
  • 61 Mongólia
  • 62 Brasil
  • 63 Peru
  • 64 Nigéria
  • 65 Gana
  • 66 Argentina
  • 67 Venezuela
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade