PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

B3 (B3SA3) vai alterar tarifas para negociação de renda variável; entenda

19 abr 2024 - 11h25
Compartilhar
Exibir comentários

A B3 (B3SA3) divulgou novas políticas de tarifação para os serviços no mercado à vista de renda variável, tanto para negociação e pós-negociação, como para a central depositária.

Segundo a B3 (B3SA3), as alterações visam simplificar e aprimorar a atual tabela de tarifação entre diferentes perfis de clientes, bem como garantir maior eficiência aos mercados em que atua, e são resultado de estudos iniciados em 2019 e amplamente divulgados em 2020, que dependiam de prontidão e adaptações do mercado para serem implementadas.

A administradorada Bolsa brasileira informou também que foram realizados backtests utilizando dados de 2023 para estimar o impacto financeiro das mudanças anunciadas e que o resultado não é considerado material para a companhia.

As tarifas de negociação e pós-negociação serão definidas a partir do volume médio diário negociado (ADTV) no mês anterior por cada investidor, e essas tarifas serão válidas para este investidor por todo o mês corrente, independentemente do tipo de investidor.

Na tabela atual, a tarifa é de 2,30 pontos-base para investidor institucional e 3,00 pontos-base para os demais. Na nova tabela, será de 2,30 pontos-base para volumes diários de até R$ 3 milhões e 2,25 pontos-base para valores acima.

Nas operações de day-trade, a cobrança continua dividida em 12 faixas de valores, com a maior tarifa, de 2,30 pontos-base, para os menores volumes (até R$ 200 mil) e a menor tarifa, de 0,95 pontos-base, para os maiores (acima de R$ 2 bilhões). A diferença é que a tabela atual é com base no ADTV diário e é regressiva, e a nova será com base no ADTV mensal e progressiva.

Já na central depositária, segundo a B3, haverá algumas mudanças como isenção da tarifa de manutenção de conta de custódia para investidores não residentes; início da cobrança da tarifa sobre saldo em custódia para investidores não residentes, alterações nos valores da tarifa sobre saldo em custódia para todos os investidores e fim da cobrança da tarifa de manutenção de programas de Depositary Receipts (DR).

Suno
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade