0

American Airlines prevê que 737 MAX voltará a voar em meados de agosto

12 jun 2019
13h54
atualizado às 14h21
  • separator
  • comentários

O Boeing 737 MAX provavelmente voltará a voar em meados de agosto, disse o presidente-executivo da American Airlines, Doug Parker, a acionistas da companhia aérea nesta quarta-feira.

11/03/2019
REUTERS/David Ryder/File Photo
11/03/2019 REUTERS/David Ryder/File Photo
Foto: Reuters

A indústria de aviação está aguardando aprovação regulatória para atualizações de software e de treinamento de pilotos que possam abrir caminho para que o jato volte a voar após dois acidentes na Indonésia e na Etiópia dentro de cinco meses que mataram centenas de pessoas.

A American Airlines disse que o impacto econômico das suspensões de voos do 737 MAX será de cerca de 350 milhões de dólares entre meados de março a 19 de agosto, data inicialmente prevista pela companhia aérea para a retomada dos voos da aeronave.

No domingo, a American estendeu os cancelamentos de cerca de 115 voos diários até 3 de setembro, mas Parker disse que a decisão se limitou a refletir planos mensais de programação para pilotos e comissários de bordo.

"Ninguém deve considerar isso como uma indicação de que não acreditamos que a aeronave esteja pronta em 19 de agosto", disse Parker durante a assembleia anual de acionistas da empresa.

"Não estaríamos vendendo passagens hoje se não achássemos que é uma possibilidade altamente provável (...) que possamos fornecer o serviço até 3 de setembro", acrescentou.

A American Airlines tem 24 jatos MAX, além de dezenas de encomendas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade