PUBLICIDADE

8 indicações de leitura feitas por empreendedores de sucesso  

Veja o que homens de sucesso estão lendo neste Dia Nacional do Livro, que é comemorado neste domingo

29 out 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Montagem Homework

O Dia Nacional do Livro é comemorado neste domingo, 29 de outubro. A razão pela data escolhida é porque neste dia, em 1810, foi decretada a mudança dos livros da família real portuguesa para o Brasil, que deu origem à Biblioteca Nacional, localizada no Rio de Janeiro. 

Os livros são parte da história da humanidade e por muitos anos foram o principal meio de transmissão de conhecimento. Foi por meio dele que pudemos compreender tantos aspectos de civilizações passadas, que já foram extintas ou que se transformaram em novas culturas. 

Eles também fazem parte da vida de muitos de nós. Quem ainda se lembra da primeira leitura que fez? Alguns guardam com carinho recordações de livros que foram presentes de pessoas queridas ou ainda que foram marcantes em algum momento. 

Seja você um adepto dos livros eletrônicos ou apegado aos exemplares de papel, felizmente hoje temos acesso a uma infinidade de conteúdos, dos mais diversos estilos, e para celebrar o dia do que já foi sinônimo de riqueza, selecionamos algumas indicações escolhidas a dedo por executivos e empresários de sucesso. 

• "Outlive: A arte e a ciência de viver mais e melhor" (Peter Attia)

"Outlive" aborda aspectos de uma medicina 3.0, cuja premissa é não apenas medicar doenças, mas estender esse cuidado para diversos aspectos da nossa vida e nos ajudar a viver as muitas últimas décadas da nossa vida com qualidade. Este livro tem sido o queridinho de muitos empreendedores, principalmente na  baía de São Francisco, nos Estados Unidos, onde estão situadas várias empresas de alta tecnologia. 

A indicação, no entanto, é da brasileira Mariana Paixão, cofundadora e CEO da Melvi, Healthtech que conecta pacientes e médicos especialistas renomados em até 48h com preços acessíveis, reduzindo a necessidade de uso de pronto-atendimento.

“Como a Melvi está criando uma terceira via de acesso à saúde de qualidade, eu fico muito interessada em livros baseados em pesquisa científica de como podemos melhorar a nossa saúde. Afinal, Melvi vem de Melhor Vida e o livro 'Outlive' é 100% ligado a criarmos uma melhor vida ao envelhecermos. O livro me impactou tanto que fui radical e estou há quase um mês sem beber álcool. Além de ter continuado a reservar como sagrado os meus treinos na academia, que eu já fazia, mas agora priorizo ainda mais. Não sei se serei radical por muito tempo, mas com certeza eu serei mais consciente!”, conta Paixão. 

• "A Arte da Guerra" (Sun Tzu)

"A Arte da Guerra" é um livro sobre um antigo tratado militar chinês, escrito por volta de 500 a.C. Muito atual nos dias de hoje, a obra traz, em 13 capítulos, as estratégias militares do general chinês Sun Tzu, expondo o conhecimento da natureza humana com habilidades relacionadas à guerra e como isso se aplica à tática militar. Indo além dos campos de batalha, a leitura atinge o contexto das lutas cotidianas, tanto para desafios internos ou para ambientes competitivos, como o mundo corporativo. 

A indicação é do empreendedor Daniel Gontijo, Presidente da Arbitralis, câmara de arbitragem tecnológica do Brasil, com operações digitais e taxas fixas.

“Essa leitura nos faz refletir sobre os problemas do dia a dia através de uma outra perspectiva, até mesmo na estruturação do próprio negócio ou de novas soluções que se façam necessárias na jornada da startup. Um dos principais ensinamentos é de existir diversas formas de se vencer uma ‘guerra’ sem, necessariamente, ter um embate direto com o concorrente – ou oponente, no caso da narrativa. Isso faz a gente mudar o foco para coisas que realmente importam”, comenta ele.

• "2041" (Kai-Fu Lee e Chen Qiufan)

Para além dos livros teóricos e com linguagens técnicas sobre tecnologia, "2041" apresenta, em dez contos, como será a realidade em duas décadas. Kai-Fu Lee já foi executivo de grandes marcas da área tecnológica, como Google China, Microsoft e Apple. Ele traz análises sobre como a tecnologia fará parte das nossas vidas, enquanto Chen Quifan, autor premiado, escreve as histórias que ora parecem ter saído de um filme de ficção científica e ora é reconhecido pelo leitor como parte da realidade. 

“Recomendo essa leitura para os empreendedores por explicar, de forma leve e divertida, como podemos caminhar para uma possível realidade em 2041, fazendo uma análise sobre como a inteligência artificial fará parte das nossas vidas, sendo que muitas das tecnologias apresentadas nós já conhecemos na atualidade. Essa mistura das duas coisas faz com que consigamos entender o impacto do avanço tecnológico para além da teoria. Certamente, um assunto no qual devemos estar imersos”, diz Cristiane Mendes, CVO da Chiefs.Group, HRtech de Open Talent Economy no Brasil. 

• "Satisfação Garantida" (Tony Hsieh)

A obra narra a história da Zappos, uma empresa online que vende sapatos e entrega felicidade, e que também conquistou uma reputação notável por sua habilidade em encantar clientes. Tony Hsieh é um empreendedor nato que em seus momentos de tédio tentava encontrar maneiras de inovar em seus negócios. Ele desenvolveu técnicas revolucionárias (e algumas vezes bem loucas) para satisfazer seus clientes e sua equipe, e lucrar mais e em menos tempo do que com as velhas fórmulas que regem grandes empresas. 

Quem indica é Paulo Fontes, cofundador e co-CEO da Konsi, app que viabiliza a análise e a redução das taxas de juros de consignados por meio da tecnologia. 

“O livro oferece insights poderosos sobre a construção de uma cultura forte, baseada na satisfação do cliente e a partir do empoderamento e valorização do time. Entender a forma como a Zappos conseguiu montar uma legião obcecada pelo cliente foi uma grande inspiração e um ponto de inflexão na jornada da Konsi”, explica o executivo.

• "A regra é não ter regras: A Netflix e a cultura da reinvenção" (Reed Hastings – CEO da Netflix – e Erin Meyer)

O livro foi criado a partir de entrevistas com funcionários da Netflix e relatos nunca compartilhados. Nele, Hastings explica como seus princípios controversos fizeram da Netflix um exemplo de inovação e sucesso global. Uma obra sobre uma empresa que desafiou tradições e expectativas, foi de um serviço de locação de DVDs por correio a uma superpotência de streaming, conquistando o imaginário de milhões de pessoas e se tornando um dos principais nomes das indústrias de entretenimento do mundo. 

A indicação é de André Bernardes, cofundador e CEO de Zippi, fintech que entrega capital de giro semanal para micro e pequenos empreendedores. 

“Me impactou e tem sido uma bússola para nossa startup. Esse livro mostra como a empresa apostou em dar mais liberdade aos seus funcionários, mas sempre com uma dose alta de responsabilidade. A forma como eles rompem com burocracias e incentivam a inovação contínua é algo que tentamos trazer para o nosso dia a dia”, comenta André.

André também indica "A Marca da Vitória", de Phil Knight. O livro é uma autobiografia do criador da Nike, feita especialmente para jovens empreendedores. Nele, conta sua trajetória, detalhando sua vida antes da criação da empresa – os anos vitoriosos como atleta na faculdade, as dúvidas sobre qual caminho profissional seguir e a viagem ao redor do mundo que fez antes de colocar a ideia em prática – e o processo de criação em si, com detalhes sobre os percalços do caminho, a escolha do nome e a criação do icônico logotipo. 

“Essa não é apenas uma biografia, mas uma verdadeira jornada de resiliência e empreendedorismo que, confesso, me deixou impressionado. A história por trás da criação de uma das marcas mais icônicas do mundo é tão incrível que, ao ler, você quase acha que está diante de uma obra de ficção. A determinação e a paixão de Knight foram contagiantes e serviram de grande inspiração para mim. Para quem admira histórias reais de superação e inovação, esse é um livro imperdível”, finaliza André.

• "O Livro do Porquê: A nova ciência da causa e do efeito" (Dana Mackenzie e Judea Pearl)

A indicação de Daniel Guinezi, CEO da Uncover, martech especializada em ciência de dados para o setor de publicidade, tem uma lição bem simples e que cientistas conhecem há séculos: correlação não é casualidade. Para Guinezi, a obra “O Livro do Porquê: A nova ciência da causa e do efeito” resume bem a essência do pensamento humano e como ele influencia a inteligência artificial e as descobertas científicas.

“A estatística é uma das disciplinas mais fantásticas em favor dos negócios e da ciência. Ao mesmo tempo, para aproveitá-la, é imprescindível entender suas limitações. Este livro nos abre os olhos, em tempos de inteligência artificial acessível, para o papel seminal do pensamento causal, algo profundamente humano. Se agora somos capazes de detectar correlações em escalas jamais vistas, os porquês dessas correlações é que permanecem a questão primordial”, afirma ele sobre o livro de Dana Mackenzie e Judea Pearl.

• "Admirável Mundo Novo" (Aldous Huxley)

Uma sociedade inteiramente organizada segundo princípios científicos, na qual a mera menção das antiquadas palavras “pai” e “mãe” produzem repugnância. Um mundo de pessoas programadas em laboratório, e adestradas para cumprir seu papel numa sociedade de castas biologicamente definidas já no nascimento. Um mundo no qual a literatura, a música e o cinema só têm a função de solidificar o espírito de conformismo. Essa é a visão desenvolvida no romance distópico de Aldous Huxley.

Quem indica é Saville Alves, Sócia e Líder de Negócios da Solos, startup nordestina de impacto socioambiental. 

“A minha paixão pela literatura está relacionada à sua capacidade de, através do léxico, ‘abrir as portas das percepções’, parafraseando Huxley, autor de um dos meus livros favoritos. A literatura me trouxe a capacidade de expressar melhor minhas ideias e sentimentos em todos os âmbitos da minha vida, inclusive profissionalmente, onde muitas vezes as emoções são entendidas como inimigas da performance. Por isso, me interesso mais por obras que contem histórias de vida e nos estimulem a gerar reflexões sobre a existência, a sociedade e as relações”, comenta.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade