PUBLICIDADE

7 passos para quem quer morar em Portugal em 2024

Mesmo com a facilidade do idioma, brasileiros precisam de um bom planejamento para ter uma transição tranquila

15 dez 2023 - 06h20
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Firefly

Portugal, que até 2022 tinha 240 mil brasileiros, agora já tem mais de 400 mil no país, segundo dados do recém-extinto Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), órgão que foi substituído em parte pela Agência para Integração, Migrações e Asilo (Aima). Outras informações indicam que há pelo menos 12 mil aguardando entrevista e a procura pelo país segue em alta.

Apesar de movidos por objetivos diferentes – estudar, trabalhar, reencontrar familiares, busca de melhora na qualidade de vida –, pode-se dizer que a grande maioria escolheu o país principalmente pela facilidade do idioma e pelo sonho de viver na Europa. E, embora essa transição possa parecer simples, como qualquer mudança de país, necessita sim de muita atenção.

“O planejamento é a base. Quanto melhor planejada a pessoa estiver, maior é a chance de uma transição tranquila. Mudar de país é sempre impactante, mas o planejamento minimiza riscos, problemas e surpresas. Ao se preparar o máximo possível, há uma margem para lidar com imprevistos”, afirma Marcelo Rubin Goldschmidt, advogado e sócio-fundador do Clube do Passaporte, consultoria internacional especializada em cidadania europeia e assessoria de vistos para Portugal.

A seguir, confira 7 passos para planejar a mudança.

1. Escolha a forma correta para entrar no país

Há muitas opções para entrar legalmente em Portugal, dependendo do objetivo de cada pessoa. Por exemplo, o visto pode ser de estudante, de trabalho, de aposentado, entre diversas outras opções. 

“É essencial entrar de maneira legal, pois quem entra de modo irregular pode ter consequências sérias, desde as dificuldades no dia a dia até o enfrentamento de sanções penais”, comenta Rubin.

2. Organize-se para obter o visto correto

Reúna a documentação necessária para tirar o visto. Uma assessoria pode ajudar tanto na escolha da modalidade quanto em toda a questão documental. 

“Vale lembrar que o processo do visto pode ocorrer enquanto a pessoa avalia outras questões relacionadas. Se for um visto para procurar trabalho, por exemplo, é possível ir pesquisando onde quer trabalhar e morar”, diz.

3. Veja se há algo que precisa ser resolvido ainda no Brasil

"Em algumas situações, há alguns tópicos que precisam ser antecipados, como a carta de aceite para um mestrado, por exemplo. Dependendo do visto escolhido, cheque se há documentos ou atos a serem realizados previamente à mudança."

4. Pesquise o máximo que puder sobre o país

Ainda que a pesquisa já aconteça naturalmente, é importante se aprofundar na nova realidade. Por exemplo, saber os custos de vida da região escolhida para morar, quais as distâncias que estarão na nova rotina, conhecer hábitos locais, etc.

5. Se não puder definir antes, tenha pelo menos um norte

Dependendo do objetivo da mudança e das condições de cada pessoa, é possível mudar sem definir qual cidade e até qual local morar fixamente, por exemplo. 

“Mas ainda que a pessoa vá testar possibilidades antes de escolher algo definitivo, é aconselhável ter pelo menos um norte para guiar as futuras decisões”, orienta.

6. Escolha a moradia com base no que faz sentido para você

Para encontrar o novo lar, é preciso considerar os interesses e o estilo de vida que a pessoa deseja ter. Perguntas como “preciso de transporte público?”, “quero morar perto do trabalho/estudo?”, “preciso de escolas próximas de casa?”, “quero aproveitar a vida noturna?”, “como será meu custo de vida?”, “quero morar perto da praia?”, entre outras, devem ser feitas e respondidas com sinceridade. 

7. Converse com pessoas e procure conteúdos

Ouvir outros estrangeiros, especialmente brasileiros, que moram em Portugal pode ajudar com experiências similares. Por conta da grande comunidade brasileira, muita gente escreve sobre o país, desde dicas para o dia a dia até setores que estão mais em alta, com informações como média salarial de uma função ou média de profissional em determinada região. 

Mas o cuidado também é importante, na medida em que muitas pessoas são desonestas e buscam vender uma realidade inexistente na prática.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade