7 eventos ao vivo

Ator dá vida a cabeleireiro heterossexual e diz: "equilíbrio e tato"

30 jul 2013
17h53
atualizado às 17h53
  • separator
  • 0
  • comentários

O estereótipo pode ser uma ferramenta para o ator. No entanto, Christian Monassa, que interpreta o cabeleireiro e maquiador Serguei, em Malhação, faz de tudo para fugir do lugar-comum. Seu personagem não é gay, apesar de exercer uma profissão geralmente ligada à mulher. E, para o ator, encarar um papel que escapa dos padrões, exigiu um olhar diferenciado.

<p>Christian Monassa vive o personagem Serguei, na novela global &#39;Malha&ccedil;&atilde;o&#39;</p>
Christian Monassa vive o personagem Serguei, na novela global 'Malhação'
Foto: Luiza Dantas/Carta Z Notícias

"Essa é uma profissão muito ligada à moda. Muito íntima da mulher. Precisei ter uma certa delicadeza", revela. Contudo, o lado feminino do seu personagem teve de ser comedido. Afinal, Serguei é hétero. "É uma questão de equilíbrio e tato", conta. Para viver o personagem, Christian teve a preocupação de procurar profissionais da área na mesma situação de Serguei. "Em uma sessão de fotos, conheci um maquiador. Ele disse que devia ser o único que não era gay", entrega ele, que prefere não generalizar. "Tem aqueles que fazem porque gostam. É uma arte", expõe.

A carreira de Christian na tevê começou em Fina Estampa", na pele do jovem Max. O ator, inclusive, lembra das dificuldades iniciais. "Eu estava acostumado com teatro, não com a televisão. As repetições, as cenas, o texto. Tudo é mais rápido na TV", assume. "Mas foi maravilhoso! Meu personagem tinha um tamanho que me possibilitou aprender como funcionava a televisão", completa.

Hoje, mais experiente, Christian já se sente confiante para ousar em seus papéis. "Com o Serguei, tenho uma liberdade de criação muito grande", comemora. No momento, o ator aguarda a estreia de seu primeiro personagem no cinema, o Marcelo de Confissões de Adolescente, de Daniel Filho.

Nome: Christian Francisco Monassa
Nascimento: 28 de setembro de 1995, na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro
O primeiro trabalho na TV: "na novela Fina Estampa'", da TV Globo
Interpretação memorável: "da Luisa Thiré, fazendo a Valsa nº 6, de Nelson Rodrigues"
Atuação inesquecível: "em uma peça que apresentei em São Paulo. Eu fazia um português e o bigode ficou caindo a peça inteira. Tive de segurá-lo nas cenas"
Momento marcante na carreira: "Foi quando eu passei na mesma época para o Confissões de Adolescente e para Malhação"
A que gosta de assistir na TV: Novelas e séries
A que nunca assiste: programas de vendas
O que falta na TV: "séries nacionais. Acho que existem poucas"
O que sobra na TV: "boa atuação"
Ator: "é difícil. Gosto de atores que são muito bons na TV, investiram no cinema e agora estão investindo na direção. Como o Wagner Moura, por exemplo"
Atriz: "a minha mestre, Camila Amado"
Se não fosse ator, o que seria: "artista"
Vilão: Carminha, personagem de Adriana Esteves em Avenida Brasil
Melhor bordão da TV: "olha a faca!", do Patrick, no Zorra Total
Novela que gostaria que fosse reprisada: O Beijo do Vampiro, da TV Globo
Com quem gostaria de fazer par romântico: Keira Knightley, conhecida por sua atuação na trilogia Piratas do Caribe
Livro de cabeceira: Cartas a Um Jovem Poeta, de Rainer Maria Rilke
Mania: "eu tenho um ritual antes de dormir. Uma ordem das coisas, sempre. Me arrumo, ligo a luz, deixo o ar condicionado ligado, fecho a porta, escovo os dentes. Quando volto para dormir, o quarto está pronto e geladinho"
Medo: "de não alcançar todos os objetivos"
Projeto: "o filme Confissões de um Adolescente, de Daniel Filho"

Fonte: TV Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade