PUBLICIDADE

Após 2 anos de figuração, atriz consegue papel em 'Malhação'

7 fev 2009 06h59
Publicidade

Antes de interpretar a aspirante a "perua" Norma Jean de

Jéssika Alves fala sobre trabalho em 'Malhação'
Jéssika Alves fala sobre trabalho em 'Malhação'
Foto: Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias / TV Press

Malhação

, Jéssika Alves já sabia como funcionava um estúdio de gravações de TV. A curitibana se mudou para o Rio aos 13 anos e, para ajudar a mãe com as despesas de casa, começou a fazer figuração.

Foi nessa época que a atriz começou a entender como a televisão funciona e passou a compreender alguns pontos discutidos nas aulas de interpretação que cursou na "cidade maravilhosa". "Muita gente diz que fazer figuração 'queima' a pessoa, mas isso não é verdade. Aprendi lições que hoje me ajudam na hora de gravar", valoriza a menina, que também trabalhou entregando panfletos para faturar uns trocados.

Além de dar o pontapé inicial na sua carreira, o papel em Malhação caiu como uma luva para Jéssika mostrar aos amigos e parentes que eles estavam enganados. Dona de uma voz suave e jeito angelical, a menina sempre ouviu que daria "uma excelente mocinha na TV".

"Adorei ser chamada para interpretar uma menina má. É diferente demais de mim e, por isso mesmo, é um prazer enorme fazer", elogia. Para ajudá-la, Jéssika recorreu ao longa Meninas Malvadas, com Lindsay Lohan, e outras produções voltadas para o público adolescente.

Mas não encontrou nelas o tom necessário para a composição que procurava. "Como a Norma é amiga da vilã, preciso mostrar que a vilania dela é pura influência. Trata-se de uma menina nova, ingênua, que erra sem intenção e depois se arrepende porque vê que fez algo ruim", explica.

Jéssika sabe que o assédio do público nas ruas ainda deve crescer, mas já se surpreende com o comportamento das crianças e adolescentes que dão audiência à trama.

"Tem gente que chega dizendo que é um sonho me conhecer. É muito louco, porque há um mês atrás ninguém sabia que eu existia", espanta-se. E um dos comentários que mais ouve é sobre o nome da personagem, já que, segundo a atriz, a maioria dos telespectadores não sabe que é uma homenagem a Marilyn Monroe.

"Eu mesma não tinha idéia de que o nome verdadeiro dela era esse. As pessoas chegam dizendo que é estranho e eu explico o motivo", diverte-se.

Como já terminou o ensino médio, Jéssika planejava estudar para prestar vestibular quando começaram os testes para Malhação. Agora, com contrato assinado por um ano para a novelinha, a atriz não quer pensar em outra coisa até terminarem as gravações. "Prefiro fazer uma coisa bem feita a tentar duas, mas pela metade", filosofa.

E, mesmo que quisesse, a rotina de Jéssika e seus colegas não é fácil. Duas vezes por semana o elenco tem aulas de interpretação, voz e expressão corporal, todas na parte da manhã. Com isso, é quase impossível conciliar o trabalho com qualquer curso superior. "Tem dias que a gente começa às 9h e só termina depois de 21 horas", suspira.

Fonte: Terra
Publicidade