PUBLICIDADE

Bonner cutuca Bolsonaro após indicação ao Emmy: "Bizarro"

Cobertura da pandemia pelo 'Jornal Nacional', criticada a todo momento pelo presidente, ganha nomeação ao Oscar do telejornalismo

19 ago 2021 16h39
| atualizado às 16h39
ver comentários
Publicidade

A redação do 'Jornal Nacional' no Jardim Botânico, zona sul do Rio, está em festa. O principal telejornal da Globo foi indicado ao Emmy Internacional na categoria 'Notícia' pela cobertura da pandemia de covid-19. A emissora carioca ganhou outra nomeação, na categoria 'Atualidade', por matéria do 'Profissão Repórter' exibida no 'Fantástico' a respeito da rotina estressante dos profissionais da linha de frente em hospitais.

'Tio' Bonner fez live de 12 minutos para festejar indicação ao Emmy e agradecer ao público do 'JN'
'Tio' Bonner fez live de 12 minutos para festejar indicação ao Emmy e agradecer ao público do 'JN'
Foto: Reprodução/Instagram/@realwbonner

Pouco depois do anúncio da honraria, William Bonner se trancou em sua sala, a poucos metros da bancada do 'JN', para fazer uma live no Instagram. Em média, cerca de 1.500 pessoas acompanharam a transmissão. "Essa indicação é muito especial, nos emociona profundamente", disse. "Renova o nosso orgulho".

Xingado várias vezes por Jair Bolsonaro, que chama a Globo de "TV Funerária" por informar as mortes de brasileiros em consequência do coronavírus, o jornalista aproveitou para fazer um desabafo em tom de crítica ao presidente da República e a seus seguidores negacionistas.

"Além de noticiar, temos que desmentir fake news, que muitas vezes têm origem em gabinetes oficiais, o que é bizarro, inacreditável", afirmou. "Além de procurar as informações corretas para orientar você e a sua família, nós temos que desmentir a desinformação que está em toda parte, principalmente na internet, e tem sido promovida por autoridades".

Bonner insistiu: "Precisamos informar aos brasileiros a verdade da pandemia e desfazer as mentiras que têm sido propagadas". O âncora destacou o trabalho da numerosa equipe de jornalismo. "Nós temos que usar o esforço e o talento dos jornalistas no Brasil e no exterior, dos técnicos que dão suporte ao nosso trabalho e dos profissionais de saúde que ficam perambulando dentro da Globo medindo a temperatura da gente pra ver se temos condições de trabalhar, e daqueles que mantêm o ambiente limpo, levam álcool em gel de mesa em mesa, passam desinfetante".

Bonner agradeceu a "explosão de coraçõezinhos" na tela durante a live. "Não tem troféu, não tem indicação, não tem prêmio nenhum que supere o carinho, o olhar agradecido por nosso trabalho, essa demonstração de confiança e gratidão, que é recíproca". E ainda brincou. "Não tô falando como editor-chefe (do 'JN'), tô falando como o 'tio' que abriu live para agradecer". 'Tio' é o apelido que o próprio Bonner se deu ao interagir com seus seguidores jovens, os 'sobrinhos'.

O apresentador se mostra otimista em relação ao controle da pandemia. "Todos nós aqui estamos profundamente confiantes de que tudo isso vai passar. Vai passar. E a gente vai seguir fazendo nosso trabalho. Cuide-se, proteja-se, não dê mole, essa variante delta é perigosa, altamente contagiosa, fique atento, e muito obrigado pelo carinho, apoio e prestígio".

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade