PUBLICIDADE

Bolsonaro foi obrigado a dar mais verba publicitária à Globo

Governo cumpre ultimato para que a emissora da família Marinho volte a ser a TV que recebe mais dinheiro da propaganda federal

2 fev 2022 - 09h08
Ver comentários
Publicidade
Bolsonaro vê a Globo ganhar mais verba do governo
Bolsonaro vê a Globo ganhar mais verba do governo
Foto: Blog Sala de TV

Responsável por acompanhar a execução orçamentária do governo, o TCU (Tribunal de Contas da União) acabou com o ‘boicote’ de Jair Bolsonaro à Globo, xingada por ele de “Globo lixo”.

O órgão emitiu determinação para que o Ministério das Comunicações distribuísse as verbas publicitárias do governo de acordo com a proporcionalidade de audiência nacional.

Com isso, a Globo, que tem 34% do índice de público, saiu do terceiro lugar (atrás de Record TV e SBT, respectivamente) para a liderança na planilha. Voltou a ser, como nas gestões anteriores, o canal que mais recebe investimento da propaganda federal.

Foram R$ 65,5 milhões no ano passado, contra R$ 53,9 milhões destinados ao canal do bispo Edir Macedo e a mesma quantia à emissora de Silvio Santos. Os dados são da Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência da República).

Esse valor representa 0,5% do faturamento médio do Grupo Globo nos últimos anos. Ao contrário do que bolsonaristas alardeiam, o canal carioca nunca dependeu financeiramente de verbas oficiais.

Uma das promessas de campanha de Bolsonaro era acabar com o que ele chama de “mamata” de cotas de publicidade do governo à Globo. A redução drástica no repasse de dinheiro foi cumprida.

Ainda que tenha recuperado o posto de TV mais beneficiada com publicidade da Secom, a Globo está longe do patamar atingido ao longo dos mandatos de Lula, Dilma e Temer, quando recebia entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões por ano de Brasília.

Em 2021, do montante destinado ao grupo da família Marinho, R$ 2 milhões foram para o caixa da GloboNews, o canal de notícias mais crítico ao bolsonarismo.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade