3 eventos ao vivo
Logo do Blog Sala de TV
Foto: iStock

Blog Sala de TV

Record precisa e merece marcar melhor audiência com novelas

Emissora sente cobrança interna e externa para repetir o sucesso de ‘Os Dez Mandamentos’

6 out 2017
18h27
atualizado às 18h28
  • separator
  • comentários

O sucesso de uma novela suscita um efeito colateral: a expectativa – e a consequente cobrança da cúpula do canal e do público – para que o bom resultado seja repetido pelas tramas seguintes.

Foi o que aconteceu na teledramaturgia da RecordTV com o êxito de ‘Os Dez Mandamentos’.

A produção bíblica, cuja primeira parte foi exibida entre março e novembro de 2015, registrou média geral de 16 pontos e o capítulo com a abertura do Mar Vermelho marcou 28.

Rayanne Morais (Pietra), Bernardo Velasco (Enrico) e Camila Rodrigues (Carmona), protagonistas de ‘Belaventura’: trama medieval ainda não conquistou os noveleiros.
Rayanne Morais (Pietra), Bernardo Velasco (Enrico) e Camila Rodrigues (Carmona), protagonistas de ‘Belaventura’: trama medieval ainda não conquistou os noveleiros.
Foto: Divulgação/RecordTV / Blog Sala de TV

Desde então, nenhuma outra novela conseguiu audiência tão boa nem repercussão semelhante na imprensa e nas redes sociais.

A segunda temporada de ‘Os Dez Mandamentos’ (média de 15 pontos), ‘Escrava Mãe’ (11 pontos), e ‘A Terra Prometida’ (14 pontos) passaram quase despercebidas, com tímida mobilização de telespectadores.

As duas tramas inéditas no ar atualmente apresentam desempenho abaixo do esperado. ‘Belaventura’, de Gustavo Reiz, iniciada em julho, está com 6 pontos de média, mesmo índice da reprise à tarde de ‘Ribeirão do Tempo’.

‘O Rico e o Lázaro’, da autoria de Paula Richard, com término previsto para o início de novembro, registra 10.

Cada ponto representa 200 mil telespectadores na região metropolitana de São Paulo, principal área de aferição de audiência da Kantar Ibope.

De acordo com essa projeção, as novelas atuais da RecordTV chegam a ter, somente na região da capital paulista, 2 milhões a menos de telespectadores do que ‘Os Dez Mandamentos’.

Trata-se de um relevante número de pessoas que deixaram de acompanhar a teledramaturgia do canal desde o fenômeno capitaneado por Moisés (Guilherme Winter).

A emissora acertou ao parar de tentar copiar a Globo e investir em um gênero associado ao seu DNA: históricas da Bíblia valorizadas pelo formato de folhetim.

Contudo, não conseguiu manter a boa fase no Ibope e hoje luta décimo a décimo na disputa com o SBT pela vice-liderança no ranking de audiência – e está cada vez mais longe da Globo.

Internamente, a perda de público gerou nervosismo e pressão. Afinal, há um investimento milionário na produção dessas novelas. E o retorno financeiro por meio de anunciantes está diretamente vinculado aos números no Ibope.

A concorrência entre os canais gera mais qualidade naquilo que é produzido e beneficia o entretenimento de milhões de noveleiros brasileiros.

Por isso, espera-se que a RecordTV volte a surpreender com ‘Apocalipse’, trama contemporânea baseada em elementos do fim do mundo bíblico, escrita por Vivian de Oliveira, mesma autora de ‘Os Dez Mandamentos’.

A estreia deve acontecer no início do próximo mês, em substituição a ‘O Rico e o Lázaro’, na faixa das 20h45.

Pelo que já mostrou ser capaz, a RecordTV merece dar nova arrancada com seu núcleo de teledramaturgia e mostrar que, apesar de ser a melhor no gênero, a Globo pode ser alcançada.

Blog Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail jb.saladetv@terra.com.br

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade