1 evento ao vivo

Nova apresentadora do Santa Receita não teme comparações

Abiane Souza estreia no comando da atração da TV Aparecida que foi apresentada por Claudete Troiano nos últimos seis anos

18 ago 2020
11h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Aos 39 anos, Abiane Souza pode ser considerada uma desbravadora. Já participou de expedição da Marinha, fez matérias em Portugal e seguiu o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude. Destemida, a jornalista com mestrado em Linguística Aplicada agora enfrenta outro desafio: conduzir o mais conhecido programa da TV Aparecida.

Abiane Souza destaca a importância da gastronomia na TV: "O afeto por meio das lembranças trazidas pela comida"
Abiane Souza destaca a importância da gastronomia na TV: "O afeto por meio das lembranças trazidas pela comida"
Foto: Juan Ribeiro / TV Aparecida

Na segunda-feira (17), ela assumiu oficialmente o Santa Receita (segunda a sexta, ao vivo, às 15h30), agora reformulado. Desde 2014, a atração era apresentada por Claudete Troiano, que deixou a emissora dias atrás. Apesar do peso das inevitáveis comparações, Abiane Souza descarta preocupação. "Cada um tem seu estilo e seu valor", afirma.

Como avalia essa transição do jornalismo, onde acumulou relevante experiência, para o entretenimento, à frente de um programa já consolidado?

A minha transição do jornalismo na TV Aparecida, onde fui repórter e, na sequência, âncora de telejornal e apresentadora de boletins de notícias, para o entretenimento, aconteceu há seis anos, junto com o início do Santa Receita. Foi uma experiência incrível pela qual pude realizar grandes reportagens e fazer o que mais gosto com mais tempo e dedicação, que é conhecer histórias e lugares. A mudança da reportagem, entre outras funções que já desempenhava na TV, para a apresentação do vespertino, do qual já sou parte desde o início, me faz ser uma profissional e um ser humano em evolução. Estar mais próxima das pessoas e à frente do programa me trazem mais responsabilidade e, ao mesmo tempo, gratidão pela confiança da emissora no meu trabalho desenvolvido nesses anos. Todos os dias faço um mesmo pedido à nossa Rainha e Padroeira: que ela interceda por mim, me proteja, me ilumine e me abençoe para que eu seja uma comunicadora que leve amor, esperança, reflexão e informação para as pessoas. E isso já me faz ser especial.

Você tem afinidade com o principal assunto abordado no Santa Receita, a culinária?

Eu nasci em Campos do Jordão, uma cidade que é sinônimo de alta gastronomia, e tive a oportunidade de trabalhar por alguns anos diretamente com restaurantes e hotéis na elaboração e produção de grandes festivais gastronômicos. Aprendi muito e levo o conhecimento sempre comigo. Sei apreciar e valorizar o bom pastelzinho de feira, o arroz e feijão da 'vó' com sabor único, até os pratos requintados da alta gastronomia. Afinal, todos são elaborados com muito amor e de forma única, não é? Eu lidava com os chefs de cozinha e maîtres, organizava os eventos, escrevia os releases, acumulei experiências. Em casa não tenho muito tempo para cozinhar, mas gosto de agradar com as refeições sempre que posso. Sou curiosa e gosto de me informar sobre alimentos, seus preparos e benefícios. No programa não é diferente e lá faço dois papéis: o de apresentadora, que também informa e questiona, e o do telespectador que está aprendendo. Nossos chefs é que são os conhecedores do assunto. O jornalista, comunicador, animador é alguém curioso, que não possui as informações de todas as coisas com precisão, mas que conhece e valoriza os especialistas que as têm. A gastronomia na TV faz esse sucesso pois é ampla e atinge vários objetivos: o de afeto por meio da lembrança da comida de quem amamos, um jeito de ganhar dinheiro e independência, um entretenimento para que você aprenda novas receitas, uma nova carreira profissional, uma forma de lidar bem com a economia em casa... Valorizamos as diversas culturas gastronômicas do nosso País. Deixamos todo mundo de boca aberta e babando nas delícias. Quem não gosta?

Você assume uma atração que se tornou conhecida com a apresentadora Claudete Troiano. Teme comparações?

Somos únicos. Cada pessoa, cada apresentador tem o seu estilo e o seu valor. E todos iniciaram um dia, não é? Sou uma dessas pessoas. Na TV Aparecida já estou há 12 anos e sou conhecida do público. Realizei grandes trabalhos, como transmissões ao vivo e documentários. Apresentei momentos históricos no canal. Elaborei grandes reportagens e sempre senti o carinho dos telespectadores. Em tudo que faço, sou eu mesma. Apaixonada pela vida, pelo meu trabalho, pelas pessoas e suas histórias. Sempre que realizo uma entrevista, converso como faço com meus amigos e minha família. Acredito que a autenticidade do comunicador conquista a simpatia do público de casa. Espero que essa troca se mantenha agora. A TV Aparecida tem um público muito especial e temos que ser especiais para ele. O Santa Receita tem telespectadores cativos e, este ano, recebemos mais visitas: telespectadores antigos que voltaram e também novos, que nos descobriram nesse período da pandemia.

"Quero ser uma comunicadora que leva reflexão e esperança ao telespectador", afirma Abiane Souza
"Quero ser uma comunicadora que leva reflexão e esperança ao telespectador", afirma Abiane Souza
Foto: Juan Ribeiro / TV Aparecida

Como encara essa quarentena? Qual o impacto da pandemia na sua vida?

A pandemia mudou o mundo. E no meio deste caos, inquietude e preocupação, surgiu também na minha vida este novo desafio. Tem sido um ano transformador. Sou muito positiva nos pensamentos, tenho fé e reflito diariamente sobre minhas ações. Acabei transferindo isso para as pessoas em casa e tem sido valioso. Sempre tive dias muito planejados, pois a rotina não era presente na minha vida devido ao trabalho, às viagens e gravações. Neste momento comecei a ter um pouco mais de rotina, valorizar ainda mais meus momentos em família, ler mais e alimentar minha fé. Acredito que todos nós estamos aprendendo muitas coisas nessa fase e gostaria imensamente que não as esquecêssemos. Estamos vendo o mundo mudar diante dos nossos olhos. Temos a nossa chance de nos transformar internamente como seres humanos.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade