0
Logo do Blog Sala de TV
Foto: iStock

Blog Sala de TV

Não há espaço para boa notícia no telejornalismo brasileiro

Corrupção, violência e instabilidade econômica dominam as manchetes na TV

18 jun 2017
16h03
  • separator
  • comentários

Onde estão as boas notícias? Certamente não vamos encontrá-las facilmente na televisão brasileira. Os principais canais de sinal aberto foram tomados por manchetes sobre violência, corrupção e incerteza na economia.

William Bonner, do ‘Jornal Nacional’, Ricardo Boechat, do ‘Jornal da Band’, e Celso Freitas, do ‘Jornal da Record’: notícia ruim atrai audiência
William Bonner, do ‘Jornal Nacional’, Ricardo Boechat, do ‘Jornal da Band’, e Celso Freitas, do ‘Jornal da Record’: notícia ruim atrai audiência
Foto: Divulgação/Reprodução / Blog Sala de TV

A cada edição, os telejornais oferecem overdose de negatividade ao telespectador. Um retrato triste de um País que já pretendeu ser o expoente do futuro.

Semana após semana surgem novos escândalos políticos, mais suspeitas e denúncias envolvendo os três poderes, crimes cada vez mais bárbaros, dúvidas a respeito do rumo do Brasil.

A TV, que andava ofuscada pela internet, ganhou fôlego graças à retomada do protagonismo pelo telejornalismo.

Ainda que aparentemente indiferentes ao caos, as pessoas querem se informar, fazer a atualização diária dos fatos. E, para isso, milhões de cidadãos recorrem à boa e velha televisão.

Está mais do que provado: notícia ruim vende mais do que a boa. E, neste momento, as redações das emissoras têm uma oferta impressionante de destaques negativos para levar ao ar.

Com isso, os jornalísticos estão com audiência em alta. O ‘Jornal Nacional’ chegou a 28 pontos de média, com picos de 35 em alguns dias. É o melhor desempenho nos últimos anos.

O ‘Jornal da Record’, mesmo prejudicado com a saída da emissora de algumas operadoras de TV paga, mantém a boa média de 9 pontos.

Bastante politizado, o ‘Jornal da Band’ chegou a marcar recorde de 7 pontos de média este ano, graças ao noticiário cada vez mais deprimente e revoltante.

E assim, com ilícitos e desgraças pautando os canais, as notícias positivas – e são muitas, basta apurá-las – não encontram espaço no ‘espelho’, o roteiro no qual são listadas as matérias a serem exibidas nos programas jornalísticos.

Triste tempo para o telespectador brasileiro.

Veja também

Blog Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail jb.saladetv@terra.com.br

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade