0
Logo do Blog Sala de TV
Foto: iStock

Blog Sala de TV

Huck vai discutir o Brasil em evento na Casa do Saber

Apresentador e possível candidato à Presidência foi convidado a expor sua visão a respeito de grandes problemas do País

24 nov 2017
11h07
  • separator
  • comentários

Ele nega o inegável: Luciano Huck ainda não admite publicamente a intenção de se lançar candidato a presidente em 2018.

Luciano Huck: aprovação em alta e apreensão entre os políticos tradicionais que ambicionam o Palácio do Planalto
Luciano Huck: aprovação em alta e apreensão entre os políticos tradicionais que ambicionam o Palácio do Planalto
Foto: Maurício Fidalgo/TV Globo

Já nos bastidores, movimenta-se entre partidos, conversa com grandes pensadores e começa a revelar seu discurso político em eventos para a sociedade civil.

No dia 7, o apresentador, empresário e filantropo estará diante de uma plateia na Casa do Saber, prestigiado centro de estudos e debates na capital paulista.

O encontro chamado ‘Luz, Câmera, Ação Social’ já está com lugares esgotados. A mediação será do publicitário Celso Loducca e do jornalista Mario Vitor Santos, sócios da instituição frequentada principalmente pela elite intelectual.

De acordo com a assessoria de imprensa do espaço, Huck vai apresentar sua análise a respeito do Brasil atual e indicar prováveis caminhos para enfrentar as carências na área social, de inovação e tecnologia, e nas relações entre as esferas pública e privada no País.

‘Ameaça midiática’ – A estruturação da eventual candidatura presidencial de Luciano Huck agita Brasília. Ele representa o ‘outsider’ temido pelos caciques da política. A popularidade entre todas as classes sociais e a publicidade espontânea que o apresentador tem na imprensa assusta os demais presidenciáveis.

A ligação dele com a Globo – emissora líder em audiência e influência no País – é outra vantagem sobre os hipotéticos concorrentes nas urnas. Nesta semana foi divulgada a nova pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos. A aprovação de Huck subiu consideravelmente: de 43% para 60%. A desaprovação caiu de 40% para 32%. Esses dados dão novo impulso ao projeto político do apresentador de 46 anos.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade